Notícias

A Way Out chega a 3,5 milhões de unidades vendidas

Diretor do jogo contou que nem a Electronic Arts acreditava no sucesso do game

por Vítor Amorim Heringer
A Way Out chega a 3,5 milhões de unidades vendidas

A Way Out, jogo coop da Electronic Arts e Hazelight Studios, é um sucesso comercial. De acordo com o diretor do jogo, Josef Fares, o título alcançou a marca de 3,5 milhões de unidades vendidas. Esses números, no entanto, não eram esperados pela EA, como relatou o dev em entrevista ao site IGN.

Quando eu acredito em algo, nada pode me impedir. Obviamente, ninguém acreditava em (A Way Out) – nem mesmo a EA pensou que fosse vender, mas eles ainda acreditaram em mim. Eu não me importei. Eu estava tipo, ‘Isso vai acontecer.’ Agora, vendemos quase 3,5 milhões de unidades desse jogo. Esses números para um time pequeno de 30, 35 pessoas são uma loucura, sabe? E com 3,5 milhões de unidades vendidas, isso significa que, não sei, quase sete milhões de pessoas jogaram este jogo, o que é uma loucura.

Após o êxito no lançamento de A Way Out, Fares afirmou que é preciso “seguir sua paixão”, mesmo que alguns não acreditem que possa fazer sucesso. Além disso, espera que mais pessoas tentem “ousar” em seus projetos.

Agora está provado, mas, para mim, o importante era seguir sua paixão e no que você acredita, como em A Way Out. Eu acredito que pode haver alguém na indústria que quisesse experimentar esse tipo de jogo, mas realmente não ousou porque eles estavam com medo do que poderia acontecer. Eu só acho que às vezes você precisa ‘jogar tudo pra cima’ se você realmente quer seguir com o que acredita. Essa é a única coisa que importa, sabe? Eu realmente acho – e espero – que mais pessoas façam isso, especialmente quando os editores veem que, ‘Oh, nós temos um público aqui.’ As pessoas querem isso, obviamente.

Josef Fares deseja que a narrativa e o gameplay sejam um só

O dev, que costuma ser bem crítico em relação à indústria de games, disse que muitas obras esquecem de conectar a história e o gameplay, sendo quase como dois jogos diferentes. Nesse quesito, ele almeja que suas produções tenham todas as mecânicas unidas.

Eu acredito no jogo narrativo. Nós realmente precisamos olhar mais de perto como a mecânica está conectada à história, e eu realmente, realmente acredito que em (outros) jogos narrativos, às vezes designers e escritores estão (fazendo) dois jogos diferentes. Precisamos abandonar a ideia da velha coisa, onde você aprende sua mecânica e blá, blá, blá, você fica melhor. São regras de design antigas. Eu não me importo com eles. Eles poderiam funcionar e funcionar em outro jogo, mas, em experiências de história, você precisa ter o jogo e a narrativa fundidos. Isso é o que estamos tentando fazer. Tudo o que os personagens estão vendo, interagindo ou encontrando faz parte da jogabilidade.

O próximo título do criador de A Way Out é It Takes Two. No The Game Awards 2020, o jogo teve gameplay revelado e mostrou ser bem divertido. Veja aqui.

Receba as novidades do meuPS no email

Nós não enviamos spam :)

Ao clicar em receber novidades você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade. Você pode optar por parar de receber os emails a qualquer momento.