Review

Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão: vale a pena?

O novo título da Insomniac Games entrega conquistas técnicas incríveis e se justifica como um AAA de nova geração

por Vinícius Paráboa
Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão: vale a pena?

Seguindo a empreitada de Returnal, que efetivamente deu início à nova geração, Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão chega para consolidar o PlayStation 5 como uma poderosa máquina de blockbusters.

O game, que se aproveita do SSD para carregar diferentes mundos à velocidades absurdas, tem, talvez, os gráficos mais bonitos dos videogames e se mostra como um candidato a system sellers.

Se diversos exclusivos são ou serão crossgen (o novo God of War, Gran Turismo 7, Horizon Forbidden West, Marvel’s Spider-Man: Miles Morales, Sackboy: Uma Grande Aventura), “Em Uma Outra Dimensão” deixa bem claro, desde o início, o porquê de estar apenas na nova geração.

A volta dos heróis

A história de Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão começa com nossos heróis recebendo uma singela homenagem pelos serviços prestados ao longo dos anos. O universo está em paz há muito tempo, mas o Dr. Nefarious aparece – novamente – para provocar o caos: ele rouba de Clank um poderoso dispositivo, o “Dimensionador”, e abre um portal para uma nova dimensão, onde o vilão sempre vence.

Por lá, os personagens precisam lidar com o agora “Imperador Nefarious”, um ditador adorado pelo povo (por obrigação, é claro). Como em qualquer regime autoritário, existe uma resistência, que busca destronar o malvado líder. Nesse momento, Ratchet e Clank conhecem Rivet, a Lombax responsável por encabeçar o movimento para salvar aquele universo a ajudá-los.

Ao longo da jornada, o trio viaja por diversos planetas — alguns que os fãs certamente reconhecerão — em busca de ferramentas para consertar o Dimensionador e acabar com as anomalias interdimensionais no tempo-espaço. Não só isso, como querem formar alianças para derrotar Nefarious de uma vez por todas.

Rivet andando em uma montaria em Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão

Ratchet & Clank também conta mais sobre a história dos Lombax, povo que Ratchet sempre teve curiosidade de entender. Em jogos passados, ele até conheceu outros, Angela Cross (Going Commando, 2003) e Alister Azimuth (A Crack in Time, 2009), mas nunca deixou de querer desvendar a misteriosa (e praticamente extinta) raça.

Fãs da franquia vão gostar dos encontros entre personagens ao longo da narrativa, bem como entender as intenções e motivações de cada um. Apesar de não ser exatamente o grande destaque do jogo, a história é muito legal e interessante de se acompanhar. É um conto sobre amizade, acima de tudo.

Tiro, porrada e bomba

“Tiro, porrada e bomba” é uma expressão que praticamente define a série Ratchet & Clank. Apesar de ser um conceito básico, a forma como isto é executado se destaca. Com uma infinidade de armas de fogo e granadas, com efeitos dos mais variados possíveis, a diversão é garantida e nunca cai na mesmice.

Como já é de praxe, Ratchet se move por um cenário, linear ou aberto, e precisa derrotar hordas de inimigos com seus armamentos (longa distância) ou com o seu clássico martelo (curta distância). O arsenal do Lombax apresenta muitas possibilidades: armas à laser, shotgun de cano duplo, granada de área… Existem até equipamentos com efeitos especiais — como uma granada faz um irrigador brotar do chão e transforma os oponentes em plantas de jardim.

Rivet atira em inimigo em Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão
Tiro, porrada e bomba é o que não falta no jogo! (Foto: Vinícius Paráboa)

A quantidade de armas que o jogador possui dependerá da sua dedicação para coletar parafusos nas caixas. Esses itens são a moeda do jogo e servem para comprar os armamentos nas lojas da Dona Zurkon, onde também é possível fazer upgrades nas armas utilizando pedras de Raritânio. Melhorias essas que seguem a premissa de Ratchet & Clank (2016) – cada um tem a sua árvore de habilidades.

Conforme os níveis das armas aumentam (para isso, é necessário usá-las em batalha), mais melhorias ficam disponíveis. Ainda nessas árvores de habilidades, se o jogador completar uma “volta” nos upgrades amarelos, eles serão destravados e melhorarão consideravelmente o equipamento.

Árvore de habilidades das armas em Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão
Árvore de habilidades segue a mesma premissa de jogos anteriores (Foto: Vinícius Paráboa)

Dito isso, é hora de explicar: por que Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão não é um título crossgen? A justificativa começa no DualSense. Os gatilhos adaptáveis trazem uma variedade ainda maior ao gameplay. Ao selecionar um armamento, a forma com que o jogador pressiona o botão R2 determinará o seu efeito de uso.

Por exemplo, com o “Aniquilador” — a shotgun de cano duplo — se o player pressionar o gatilho até a metade, apenas um cano vai disparar um tiro. Se apertar ao máximo, os dois canos farão o serviço. A primeira opção serve para conservar munição, enquanto a outra causa bastante dano.

Mas o DualSense é só a ponta do iceberg. O verdadeiro motivo para a ausência de uma versão de PlayStation 4 é o SSD do PlayStation 5, capaz de diminuir drasticamente os tempos de carregamento e tornando possível a troca de mundos em velocidade impressionante.

Ao longo das fases, Ratchet e Rivet acham fendas dimensionais, que podem ser acessadas para levá-los a outros locais. Ao apertar L1, o jogador quebrará “paredes” e, em questão de pouquíssimos segundos, está num ambiente com céu, cores, criaturas e plantas totalmente distinto do anterior – ou uma área diferente do mesmo cenário (o que serve para escapar de inimigos, por exemplo).

Rivet atravessa uma fenda dimensional em Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão
A transição rápida entre mundos é o grande destaque do jogo no PS5 (Foto: Vinícius Paráboa)

Os gráficos mais bonitos da história?

Há algumas semanas, o designer principal do jogo, Drew Murray, e o diretor de comunidades da Insomniac, James Stevenson, falaram que “Ratchet & CLank: Em Uma Outra Dimensão é o jogo mais bonito de todos os tempos”. E dá pra entender o motivo disso…

O game, de fato, é visualmente incrível. Os ambientes são bastante detalhados (plantas, solo, rochas) e os personagens estão muito bem desenhados. Tudo fica ainda melhor por conta do ray tracing em 4K. A tecnologia de iluminação, exclusiva da nova geração, traz vida a todos esses elementos.

É interessante também notar a pelagem dos Lombax, Ratchet e Rivet. Cada fio é perceptível, deixando o game com cara de animação da Pixar.

Ratchet, de Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão
Pelagem dos Lombax é impressionante (Foto: Vinícius Paráboa)

Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão é, provavelmente, o jogo mais bonito da história até agora. Com a evolução e progressão dos jogos de PlayStation 5 nos próximos meses e/ou anos, algum nome deve superá-lo neste quesito. Por outro lado, não deixa de ser um feito e tanto.

Ainda vale destacar: em todas as cutscenes, bem como durante o gameplay, os jogadores conseguem sentir as interações do ambiente via feedback tátil do DualSense. Espaçonaves voando, impactos dos leves aos mais pesados, tiros… Tudo isso passa pelas palmas das mãos.

Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão: vale a pena?

Dr. Nefarious na sua cadeira de imperador, em Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão
Nefarious está de volta para atormentar a vida dos nossos heróis (Foto: Vinícius Paráboa)

O título é pura magia e define a nova geração de consoles. Quando a Insomniac Games reiterou que o game seria exclusivo de PlayStation 5, muita gente ficou com a pulga atrás da orelha, mas parece bem claro que um PlayStation 4 não conseguiria rodá-lo.

Gráficos belos, gameplay com bastante variedade, tempos de carregamento nulos, ray tracing, 4K, feedback tátil e gatilhos adaptáveis do DualSense… são diversos os elementos que estampam o selo “Sony” de qualidade em Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão.

O jogo é completamente localizado, com áudio e legendas em PT-BR impecáveis. Talvez, a única ressalva do game seja a sua duração: na dificuldade normal, é possível fechar a campanha e algumas sidequests entre 15 e 20 horas e isso pode ser positivo ou negativo.

Há aqueles que não gostam de jornadas muito longas, outros, no entanto, preferem mais complementos. De toda forma, o game poderia ser mais extenso.

Obviamente, isso não diminui nem um pouco a grandiosidade do jogo, muito por conta das conquistas técnicas obtidas pela Insomniac em seu desenvolvimento. É verdade que o título custa R$ 349,90 em sua versão mais simples (Algumas lojas estão vendendo com R$ 50 de desconto na pré-venda), um preço salgado para a realidade brasileira, mas para fãs da série e do gênero plataforma vale.

*O jogo foi enviado antecipadamente de forma gratuita pela equipe de PlayStation.

Veredito

Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão
Ratchet & Clank: Em Uma Outra Dimensão

Sistema: PlayStation 5

Desenvolvedor: Insomniac Games

Jogadores: 1

Comprar na Amazon
95 Ranking geral de 100
Vantagens
  • Os gráficos são muito bonitos
  • Gameplay diversificado
  • Completamente localizado em PT-BR
  • História prende do início ao fim
  • Gatilhos adaptáveis do DualSense trazem ainda mais variedade ao gameplay
Desvantagens
  • Duração relativamente curta
Vinícius Paráboa
Vinícius Paráboa
Editor
Publicações: 4.416
Jogando agora: Life is Strange: True Colors
Editor no MeuPlayStation. Fanático por Crash Bandicoot, God of War e pelo Grêmio.