Notícias

Aparentemente, problemas com baterias CMOS do PS5 foram corrigidos

Agora, mesmo sem o CMOS, jogos de PS4 e PS5 rodam sem problemas no console de nova geração (com exceção dos títulos PS Plus)

por Valdecir Emboava
Aparentemente, problemas com baterias CMOS do PS5 foram corrigidos

No início do ano, um debate nas redes sugeriu que consoles PlayStation não funcionariam offline se a bateria do relógio interno do console (CMOS) deixasse de funcionar — felizmente, esse problema já foi corrigido no PS4. Agora, aparentemente, ele também foi alinhado no PS5 e não atrapalha mais a reprodução de certos jogos.

Caso a bateria falhe, funções importantes do sistema, incluindo a capacidade de jogar certos títulos, não estariam mais disponíveis. Como explicado pelo canal Hikikomori Media, agora o console de nova geração pode rodar todos os games de PS4 e PS5, mesmo sem a CMOS — com exceção dos jogos PS Plus, que ainda não funcionam.

A CMOS alimenta o relógio interno dos consoles PlayStation. Quando os jogadores tentam iniciar um jogo no console, ele compara o relógio interno com a data e hora de um servidor remoto para reproduzir os títulos. Caso esse componente seja removido ou passe do prazo de validade, o sistema solicita aos jogadores que insiram manualmente a data e a hora para conseguir reproduzir algum game.

PS5
(FONTE: reprodução/Destructoid)

Não está muito claro quando a Sony corrigiu essa disfunção, mas as últimas atualizações do PS5 podem ter resolvido esse problema. Embora os consoles mais recentes não passem mais por isso, o PS3, aparentemente, ainda é vulnerável.

Sony está fretando aviões com PS5 para atender demanda de Natal no Reino Unido

Segundo relatório do periódico The Sun, a Sony estaria fretando aviões de Seul, Coreia do Sul, para o Reino Unido de modo a atender à demanda de Natal. Confira os detalhes!