Notícias

Kojima mostra gameplay de Death Stranding na Gamescom

Finalmente, jogabilidade de Death Stranding aparece mais!

por Thiago Barros
Kojima mostra gameplay de Death Stranding na Gamescom

Enfim, o gameplay de Death Stranding está entre nós. É bem verdade que já era possível ver algumas cenas de jogabilidade no trailer de anúncio da data do jogo, mas agora ficou tudo muito mais claro. Na Gamescom 2019, Hideo Kojima apareceu, recebido por um baita vídeo de homenagem, para demonstrar um pouco mais da aventura de Sam Porter Bridges.

Cinco anos depois, o produtor voltou ao evento de games mais importante da Europa. Ele disse que nem deveria estar lá, por causa do crunch time de Death Stranding, mas foi por seus fãs. E ainda bem que o fez! Porque ele apresentou mais os personagens do jogo. De forma semelhante ao que fez na SDCC, além de um gostinho do gameplay.

Mama

Mama foi a primeira, com mais um trailer “daqueles”. Revelando que a personagem, que é interpretada por Margaret Qualley, é, de fato, uma espécie de “mãe” para uns misteriosos bebês. Segundo Kojima, cada personagem tem uma história própria, à parte da história de Death Stranding em si.

A dela é que sua filha nasceu “do outro lado”, mas elas ainda estão conectadas por um cordão umbilical. É um background triste, que mostra que ela não pode se mover dali – justamente por causa disso.

Bridge Baby e Deadman

Depois, veio um trailer focado em Deadman, que tem as feições de Guillermo del Toro, e também do famoso BB, o Bridge Baby. Aquele que virou até meme. O vídeo mostra que Deadman parece ser um cara com experiência nas misteriosas tecnologias que estão em Death Stranding – e ele explica a Sam como o bebê funciona.

Segundo Kojima, é mais uma história triste. O BB está conectado ao Mundo dos Mortos e isso permite a conexão entre ele e Sam – para que Sam veja as BTs. Ou seja, você terá a sua jornada com o bebê, se conectar a ele, e isso é parte do gameplay. Porém, ele não é do “seu mundo”, e sim, também, do outro lado.

Gameplay de Death Stranding

Depois, sim, veio o gameplay. Ainda com as imagens “não finais”, segundo alerta na tela. Kojima brincou que só mostraria a jogabilidade na Tokyo Game Show, mas daria a Geoff, seu grande amigo, e ao público da Gamescom, um gostinho. Ou seja, é provável que no Japão haja mais conteúdo ainda.

O vídeo mostrou Sam descansando, como nas muitas imagens que Kojima postou no Twitter, fazendo um pipizinho básico e, claro, andando pelas belas paisagens do jogo, explorando, usando a escada e os “sensores” para detectar o que está por perto. Ele impressiona pela vastidão do mapa e o nível de interação do personagem.

Pela primeira vez, enfim, vemos Sam fazendo uma das tais entregas. E conversando rapidamente com um “novo personagem”. Que é justamente interpretado por Geoff (chamado de “O fã de Ludens”). Segundo Kojima, haverá várias pessoas assim, nos variados locais mapa, que você pode encontrar e ganhar recompensas por isso.

Sem contar que você tem que ninar o BB. Mexendo o controle. É incrível.

“Mas a principal parte é mesmo conectar o mundo”, garantiu Hideo.

Death Stranding em novembro

Death Stranding foi um dos primeiros jogos que sabíamos que estaria no evento. Até para suprir a ausência dele no TGA do ano passado – também apresentado por Geoff Keighley, que é um grande amigo do lendário produtor japonês.

Um dos games mais hypados dos últimos tempos, Death Stranding já superou um pouco aquela fase misteriosa – onde não entendê-lo era até parte da experiência. Agora, vários aspectos dele já são mais compreensíveis.

Fica apenas a expectativa para sua chegada à PlayStation Store, o que acontecerá em pouco menos de três meses, no dia 8 de novembro. A pré-venda já começou.