Especiais

Framboesa de ouro: os piores jogos de 2021, segundo o Metacritic

Hora de relembrar os jogos que não se saíram tão bem

por Raphael Batista
Framboesa de ouro: os piores jogos de 2021, segundo o Metacritic

Fim de ano é sinônimo de retrospectivas! É o tempo que as pessoas tiram para relembrar os bons momentos e, também, os maus. Nada mais justo do que fazermos isso com os games e, agora, revisitaremos os piores jogos de 2021 de acordo com o Metacritic.

A lista elenca 12 títulos com as menores avaliações positivas do site. Vale lembrar: as médias escolhidas são referentes às reviews para PS4 ou PS5 — para as demais plataformas pode haver uma diferença de pontuação.

Os piores jogos de 2021 segundo o Metacritic

12º – Arkham Horror: Mother’s Embrace

Plataformas: PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC
Nota: 58

A adaptação do board game até acerta na atmosfera, mas o orçamento baixo e as mecânicas rasas demais não conquistam.

11 º – GTA: The Trilogy – The Definitive Edition

Plataformas: PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series e PC
Nota: 55

Bugs, decisões criativas questionáveis e muitos problemas técnicos marcaram o lançamento da coletânea de uma das franquias mais idolatradas pelos jogadores.

10º- Akiba’s Trip: Hellbound & Debriefed

Plataformas: PS4, Nintendo Switch e PC
Nota: 52

Definido como “um port mal otimizado do PSP”, o título parece estar localizado em um tempo errado onde não se sustenta nem mesmo entre os fãs da franquia.

9º – Pixeljunk Raiders

Plataformas: Google Stadia
Nota: 49

Um roguelike que não consegue se manter com as batalhas corporais, sendo uma experiência pouco criativa e bastante repetitiva.

8º – The Unexpected Quest

Plataformas: Nintendo Switch e PC
Nota: 49

O game de estratégia possui uma dificuldade muito elevada sem um sistema de recompensa digno, tornando a experiência bastante frustrante.

7º – Necromunda: Hired Gun

Plataformas: PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series e PC
Nota: 49

As análises destacam que o título “é uma bagunça de más decisões e ideias com um port desastroso para os consoles”.

6º – Demon Skin

Plataformas: PC
Nota: 48

Com pouco conteúdo e um sistema repetitivo, o jogo hack and slash perde um bom potencial pela falta de engajamento e uma história nada atrativa.

5º – Of Bird and Cage

Plataformas: PC
Nota: 44

Um jogo para os fãs de heavy metal focado em uma experiência musical. No entanto, o título é mais elogiado pela trilha sonora do que pelo gameplay em si.

4º – Balan Wonderworld

Plataformas: PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series, Nintendo Switch e PC
Nota: 44 (PS4) e 51 (PS5)

O level design e a jogabilidade de plataforma de Balan Wonderworld são severamente criticados pela falta de atualização e controles ultrapassados.

3º – Werewolf: The Apocalypse – Earthblood

Plataformas: PS4, PS5, Xbox One, Xbox One e PC
Nota: 42 (PS4) e 52 (PS5)

O game de RPG e ação entrega uma história com um sistema de escolhas que pouco interfere nas consequências e uma jogabilidade repetitiva.

2º – Taxi Chaos

Plataformas: PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC
Nota: 42

Um jogo arcade que perdeu a oportunidade de se atualizar e tentou se apegar à nostalgia, mas não deu muito certo.

1º – eFootball 2022

Plataformas: PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series, PC e mobile
Nota: 29

O lançamento do novo título de futebol da Konami foi repleto de controvérsias, problemas e decisões ruins.

E aí, qual dos piores jogos de 2021 do Metacritic você jogou nesse ano?