Listas

5 motivos para o novo God of War ser crossgen

O PlayStation 4 merece uma despedida com muito estilo

por Vítor Amorim Heringer
5 motivos para o novo God of War ser crossgen

Recentemente, o criador da franquia e ex-dev da Santa Monica Studios, David Jaffe, disse ter certeza de que o novo God of War seria crossgen. Seu comentário reacendeu a dúvida que paira sobre os fãs desde que o jogo foi anunciado, no evento de revelação do PS5, em setembro.

O próprio CEO da SIE, Jim Ryan, costuma se esquivar da pergunta, como em uma entrevista para o site The Telegraph. O executivo confirma que vários outros títulos chegarão ao PS4, mas a continuação da aventura de Kratos e seu filho Atreus continua em uma “nuvem de incertezas”.

Então, para ajudar a Sony a decidir, o MeuPlayStation preparou cinco motivos para o novo God of War ser crossgen. Confira:

Mais pessoas poderem jogar o novo God of War

O PS4, segundo último relatório da Sony, tem quase 114 milhões de unidades vendidas. Cerca de 1.450 Maracanã lotados. 33 vezes a população do Uruguai. Quase o dobro da população do Reino Unido. Essa é a base instalada do console da geração passada. Entre os videogames da PlayStation, perde somente para o PS2 – imbatível – com 155 milhões.

MeuPS
PS4 é o segundo console mais vendido da história da PlayStation.

E tem motivo melhor do que simplesmente mais pessoas jogarem a sequência do GOTY de 2018? O jogo reformulou a franquia, com um Kratos mais experiente e calmo – ou não – e uma jogabilidade precisa e viciante.

Além dos devs, que trabalham bastante, os fãs são imprescindíveis para a popularidade do jogo. Então, quanto mais pessoas puderem jogar a próxima obra prima da Santa Monica Studios – vamos torcer para que seja – melhor ainda. Não tem marketing mais eficaz do que a discussão sobre um game, o famoso “boca a boca”. Acessibilidade é fundamental. Uma obra dessa merece ser apreciada o máximo possível.

Receita maior garantida

Algo muito importante para qualquer empresa, a Sony certamente está esperando uma receita de peso com o novo God of War. Como não? A franquia já gerou US$ 500 milhões para a empresa japonesa até 2019. O último lançamento já possui mais de 10 milhões de cópias comercializadas. São números que garantem uma “bolada” para a companhia.

Portanto, lançá-lo no PS4 certamente iria garantir um faturamento grande. O PS5, apesar de ter tido o maior lançamento da história, tem nem 5% da base instalada do console anterior. O problema da falta de estoque também está difícil de resolver.

Novo God of War é o mais esperado de 2021
God of War (2018) é um sucesso comercial.

Caso a Sony deseje que o – talvez – maior lançamento dos próximos anos seja lucrativo, será necessário ser crossgen. Duas gerações aproveitando o máximo da incrível história sendo preparada pela Santa Monica.

Historicamente, dois jogos da franquia são lançados por console

Desde o primeiro lançamento, em 2007, a Sony disponibiliza dois games da série por videogame. Veja só:

  • PS2: God of War e God of War II
  • PSP: God of War: Ghost of Sparta e God of War: Chains of Olympus
  • PS3: God of War III e God of War: Ascension
God of War
Franquia mantém média de lançamento idêntica em três hardwares.

Dessa maneira, para completar a lista do PlayStation 4, falta exatamente o novo God of War. Manter a média de dois títulos por geração é excelente e mais um ótimo motivo para a Sony considerar a próxima produção disponível em duas gerações.

Outros jogos crossgen

Assim como Marvel’s Spider-Man Miles Morales, Horizon Forbidden West é mais um que será crossgen. Isso mostra que a Sony está disposta a continuar lançando seus grandes títulos de 2021 no PS4. E por que não incluir a próxima produção da Santa Monica?

Mesmo o PS4 base sendo um videogame antigo e com uma tecnologia bem limitada para os padrões atuais, consegue entregar uma experiência incrível graficamente em diversos jogos. Miles Morales é o maior exemplo. O game é muito bonito na geração passada e possui uma excelente performance. Claro, não é aquela maravilha toda que nem no PS5: Ray Tracing, texturas e tudo mais. No entanto, ainda é de encher os olhos.

Marvel's Spider-Man Miles Morales
Marvel’s Spider-Man Miles Morales, mesmo no PS4 base, ainda é bem bonito.

Já a continuação da aventura da Aloy promete ser um projeto grandioso, aumentando ainda mais o escopo de uma obra já incrível, lançada em 2017. Se o PS4 aguenta algo desse calibre, é bem possível que o esforço pelo novo God of War valha a pena.

Despedida com estilo do PS4

Sabe aquele seu amigo ou familiar que vai se mudar para muito longe e todos preparam festa daquelas de despedida? Ou talvez os ídolos do futebol que se aposentam e são endeusados pelos fãs de seus clubes? É exatamente isso que o PlayStation 4 merece.

Firmware 6.50 PS4
Adeus, “velho amigo”!

Lançar o novo God of War na plataforma seria um momento único e emocionante para muitos jogadores que possuem o hardware há anos e jogaram a obra prima de 2018.

Antes de o PS5 ter sido anunciado com a retrocompatibidade, Ghost of Tsushima era o último exclusivo do console. Um grande jogo, certamente. Entretanto, o último de verdade sendo a continuação da história de Kratos seria, sim, a verdadeira despedida do nosso “velho amigo”.

E aí, caro leitor, mais alguma razão para o novo God of War ser crossgen? Diga nos comentários!

Receba as novidades do meuPS no email

Nós não enviamos spam :)

Ao clicar em receber novidades você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade. Você pode optar por parar de receber os emails a qualquer momento.