Notícias

FIFA 20 tem glitch anti-derrota e polêmicas entre profissionais

Novo Fifinha vem sofrendo com velhos problemas...

por Thiago Barros
FIFA 20 tem glitch anti-derrota e polêmicas entre profissionais

Se você leu nosso review de FIFA 20, provavelmente prestou atenção ao fato de termos alertado: calma com essa história de dizer que é o melhor FIFA da história. Muita gente disse isso em suas análises com apenas alguns dias do jogo – e sem nenhuma Weekend League já ter sido realizada no FUT. E parece que não estavávamos errado…

É sempre preciso esperar o que a conectividade (e os glitches) do game no modo competitivo podem fazer. E, no FIFA 20, isso parece, infelizmente, estar ainda pior do que em FIFA 19. Em termos de gameplay, o novo título segue muito melhor, apesar de também ter os seus problemas, mas a conexão transforma tudo isso.

Já tem muita gente da comunidade irritada com o que está acontecendo. Os motivos?

  • O delay nas partidas online é absurdo. A demora para os jogadores realizarem os comandos é assustadora;
  • Há um “No Loss Glitch” que faz com que as derrotas dos jogadores não contem na disputa do FUT Champions;
  • Existem grupos de jogadores se unindo para não se enfrentarem e para “atacarem” criadores de conteúdo;

O primeiro ponto é culpa apenas da EA mesmo. É incrível como o jogo pode ser tão responsivo offline, mas dramático na maioria dos jogos online. Os outros dois, porém, têm relação também com a comunidade – apesar de, obviamente, isso só ser possível porque não existe uma correção da EA para evitar.

A comunidade de FIFA 20

O “No Loss Glitch” já está por aí, no YouTube, e o proplayer Matheus Overbeck está falando bastante sobre o caso. Ele levantou os números de jogadores com 28 ou mais vitórias na WL, o que é suficiente para ter sua conta verificada e permitir que você jogue os torneios oficiais da EA Sports, e eles são absurdos.

Ele mostrou até provas de um exemplo de um dos novos “verified” que perdeu mais jogos do que o FIFA 20 computou:

https://twitter.com/SPQR_Overbeck/status/1186282108211417091

Até mesmo o youtuber Fifalize, que produz conteúdo em canais oficiais de FIFA no Brasil, se manifestou sobre o assunto nas redes sociais:

Já a questão dos grupinhos foi destacada por Nick, do canal Run the FUT Market, um dos principais criadores de conteúdo de FIFA nos últimos meses. Segundo ele, há um grupo de Discord, há seis meses, com vários pros da América do Norte, inclusive jogadores que são representantes de times da eMLS, se unindo para “roubar” o matchmaking do jogo.

“O FUT Champions precisa ser fechado agora”, disse ele, em um longo vídeo no YouTube.

De acordo com Nick, há proplayers que “combinam horários” para não se enfrentarem. Mais do que isso, ficam tentando “snipar” streamers e criadores de conteúdo durante a Weekend League para tentar ganhar deles enquanto eles fazem suas lives.

Ou seja, a grande questão é que há pessoas se classificando para os modos competitivos reais de FIFA 20 “sem merecer”. Seja por problemas técnicos da EA ou pela comunidade tóxica que o jogo tem.