Notícias

Devs são ameaçados de morte em razão do adiamento de Cyberpunk 2077

"Fãs" enviaram mensagens perturbadoras para os produtores da CD Projekt RED

por Raphael Batista
Devs são ameaçados de morte em razão do adiamento de Cyberpunk 2077

O adiamento de Cyberpunk 2077 gerou comoção entre os jogadores a ponto de alguns acabarem passando dos limites com mensagens ameaçadoras direcionadas aos desenvolvedores. O game designer sênior, Andrzej Zawadzki, fez uma publicação no Twitter para repudiar as ações, mesmo entendendo as frustrações.

Quero apenas falar uma coisa sobre o adiamento de Cyberpunk 2077. Eu entendo a raiva e a decepção de vocês, e queremos ouvir a opinião de todos sobre isso. No entanto, mandar ameaças de morte aos desenvolvedores é absolutamente inaceitável e totalmente errado. Nós somos pessoas, assim como vocês.

Zawadzki compartilhou uma imagem para mostrar o teor das ameaças. O usuário (com a identidade preservada) disse que “sabe onde o dev mora” e o “obriga” a lançar Cyberpunk 2077, caso contrário “a família dele será perseguida e o produtor será queimado vivo”.

O desenvolvedor da CD Projekt RED disse que todos os casos estão sendo reportados legalmente e ele recomendou que os demais colegas não ignorem a situação.

O motivo do adiamento de Cyberpunk 2077

Segundo o diretor executivo da CD Projekt RED, Adam Kicinski, a decisão de adiar Cyberpunk 2077 foi a “melhor no momento” por causa das necessidades de otimização do game nos consoles da atual geração, PS4 e Xbox One.

A desenvolvedora ainda está polindo o jogo para ambas as plataformas, enquanto as versões para PlayStation 5, Xbox Series e PC já estão prontas para serem lançadas.

Cyberpunk 2077 estará disponível no dia 10 de dezembro para todas as plataformas.