BGS

Testamos na BGS 2017: Indies para ficar de olho na feira

Jogos indies e BGS: uma combinação de peso.

por Hugo Bastos
Testamos na BGS 2017: Indies para ficar de olho na feira

A BGS 2017 está a todo vapor. Hoje (12), primeiro dia aberto ao público, mostrou que a indústria de jogos possui uma força ainda por se conhecer. Parte desta força, claro, advém das grandes produções. Jogos cujos custos de produção ultrapassam a casa dos milhões, tidos como destaques e conhecidos apenas por suas siglas. Do outro lado, temos os indies.

Uma parte mais discreta, porém tão significativa quanto, e que se refere aos jogos independentes. Nesta feira eles estão presentes em peso. Disponíveis para diversas plataformas, eles possuem até mesmo uma área específica, onde podem ser testados e apreciados.

O Meu PS4 realizou diversos testes, e separou quatro jogos para se ficar de olho na maior feira de jogos da América Latina este ano. Curiosamente, três deles são de desenvolvedoras brasileiras, o que mostra uma força substancial de nossa indústria de jogos.

Observer (Bloober Team)

Observer, inclusive, já fora lançado este ano para PlayStation 4 (e cuja análise você pode conferir aqui). Jogo de terror dos criadores do aclamado Layers of Fear, o título põe o jogador na pele do policial Daniel Lazarski, que precisa encontrar seu filho Adam, perdido em um complexo habitacional, em uma Cracóvia distópica.

Sendo um policial da divisão de Observadores, Lazarski possui a habilidade de “hackear” a mente das pessoas e, com isso, conseguir as informações que precisa para alcançar seus objetivos. O problema é que a maioria delas está completamente destruída, e com isso, acabam se tornando mais armadilhas labirínticas, que fontes de informação.

A análise do jogo fala por si só. Imersivo e aterrorizante, Observer bebe de diversas fontes, como filmes japoneses de terror, jogos aclamados pela crítica, como os fantásticos P.T. e System Shock 2, e filmes como Blade Runner. Além de contar com nomes de peso, como o ator Rudger Hauer.

Para completar, o título ainda é localizado no nosso idioma. A versão de teste da feira não estava, contudo, localizada. Não deixa de ser uma excelente recomendação.

1
O jogo possui enigmas inteligentes e situações aterrorizantes. Fonte: BGS 2017 (Divulgação)

Black Iris (Hexa Games Studio)

Fortemente influenciado pela série Souls, o primeiro jogo da Hexa Games Studio é uma aventura linear, com elementos de RPG, em um mundo fantástico. Uma protagonista amnésica, inimigos poderosos, cenários belos e trilha sonora marcante fazem parte desta iniciativa.

Como já citado, as mecânicas de batalha são oriundas da série Souls, com algumas modificações. Ataques não gastam do fôlego do jogador, mas a esquiva sim. Adicionalmente, as armas são imbuídas de habilidades, como cura e bloqueio, e estas se mostram cruciais para o avanço do jogador.

Entender e aprender quando e como usar suas habilidades é essencial para a vitória.

Os gráficos são excelentes, tendo em vista se tratar de um jogo independente. A movimentação dos personagens tenta ser o mais realista possível, e os inimigos são, de fato, difíceis. Efeitos de luz, sombra, reflexos e partículas estão impressionantes, e o jogador precisará de habilidade para avançar.

2
O jogo é difícil. Morrer significa voltar ao começo da demo. Então, não morra. Fonte: BGS 2017 (Divulgação)

Uma data de lançamento para PlayStation 4 ainda será anunciada. A versão mostrada na feira ainda não está localizada, mas o estúdio garante que menus e legendas estarão em nosso idioma. Pelo trabalho mostrado na feira, mostra-se que este jogo está no caminho certo para seu sucesso.

KEEN (Cat Nigiri)

Este foi, inclusive, objeto de outra matéria do Meu PS4, sobre a presença de jogos brasileiros no estande da PlayStation. Agora, ao ser testado no próprio local da desenvolvedora, pode-se apreciar um pouco mais desta divertida empreitada.

O foco agora é nos quebra-cabeças presentes no título. Dentre os indies testados, este se mostra o mais divertido, exatamente por utilizar mecânicas simples para criar desafios interessantes. O jogador precisa supera-los, se quiser avançar para as próximas áreas. Esta, no entanto, não será uma tarefa fácil.

O jogador precisa deslizar entre os obstáculos, ativar elementos do cenário, derrotar inimigos, e recolher itens, calculando precisamente quando e onde se movimentar. Além disso, ainda precisa levar em consideração que determinados inimigos interrompem a movimentação de Kim, o que pode vir a atrapalhar, ou ser utilizado a favor do jogador.

3
Lembra daqueles malditos quebra-cabeças de Goof Troop (SNES)? Então, eles são a inspiração desse jogo. Fonte: BGS 2017 (Divulgação)

Certamente um jogo a agradar adultos e crianças na mesma medida.

Eternity: The Last Unicorn (Void Studios)

De todos os títulos testados pelo Meu PS4, este certamente é o que está em estágio de desenvolvimento mais inicial. Mas ainda assim, é um dos que já tem uma previsão de lançamento acertada: setembro de 2018, conforme conversa com os desenvolvedores. E talvez, por isso mereça a atenção.

O jogo traz como premissa narrativa o sequestro de 4 unicórnios mágicos, dados por uma deusa ao governante de um reino fantástico. Um deles, sobrevivente, é amaldiçoado, e tem seu chifre quebrado. Assim, uma elfa parte na busca pela Eternidade, e para curar seu povo da maldição.

A jogabilidade do título está um tanto crua. Conforme informou a desenvolvedora, a versão mostrada na feira não é a mais recente, que deve ser anunciada em uma data posterior. Ainda assim, percebe-se que a execução destas mecânicas está sendo construída de forma a deixar claras as influências dos antigos jogos neste jogo.

Os combates estão fluídos e difíceis, e os inimigos são implacáveis. Percebeu-se, no entanto, que determinados inimigos são mais injustos que outros, e lutar contra oponentes maiores acaba mais fácil que enfrentar anões e goblins. O jogo ainda está localizado, o que certamente irá facilitar sua divulgação.

4
O jogo ainda está em um estágio bem inicial. Mas já mostra seu potencial. Fonte: BGS 2017 (Divulgação)

A Brasil Game Show 2017 acontece entre hoje (11) até domingo (15). Para maiores informações sobre ingressos, consulte o site oficial.