Notícias

Sony confirma que tem prejuízo em cada PS5 vendido

'Preço estratégico' de vendas do console é inferior aos custos de fabricação

por Valdecir Emboava
Sony confirma que tem prejuízo em cada PS5 vendido

A Sony vendeu mais de 4,5 milhões de unidades do PS5 desde seu lançamento em novembro do ano passado. Porém, mesmo com a grande demanda, o novo console da casa “deu prejuízo” por ser vendido a um “preço estratégico”, segundo a companhia.

Em um relatório trimestral para investidores divulgado recentemente, a Sony explicou que o preço final pago pelo consumidor é menor se comparado ao custo de fabricação do aparelho, levando a uma perda geral. Por outro lado, as vendas de consoles PS4 e de jogos para ambas as plataformas compensaram essa queda.

PS5
FONTE: Reprodução/PlayStation

Os resultados também foram impactados negativamente entre outubro e dezembro por conta de gastos gerais e administrativos relacionados ao lançamento do PS5.

Em outra parte do relatório, a Sony aumentou suas previsões de vendas e receita operacional para a divisão PlayStation durante o atual ano fiscal — que termina em março. Segundo a nova projeção da empresa, é esperado US $285 milhões em vendas de serviços e jogos, além de US $380 milhões em receita operacional.

Novo estoque de PS5 causou confusão em varejista japonesa

Uma varejista japonesa do bairro Akihabara anunciou que um novo estoque de PS5 estaria disponível. Todavia, não esperava que essa informação criasse uma enorme fila na porta da loja.

Diversos fãs se aglomeraram em meio à pandemia de COVID-19 tentando adquirir o novo console da Sony, uma vez que o aparelho continua com quantidades limitadas em todo o mundo.