Notícias

Guerrilla detalha as opções de acessibilidade de Horizon Forbidden West

Os recursos vão desde configuração de controles até a customização de dificuldade

por Valdecir Emboava
Guerrilla detalha as opções de acessibilidade de Horizon Forbidden West

A Guerrilla Games lançará Horizon Forbidden West em poucos dias e a expectativa para a aventura é alta. Como estamos próximos da estreia, o estúdio promove o game, ao ter trazido, por exemplo, um gameplay rodando no PS4 base. Agora, as opções de acessibilidade também foram detalhadas em uma publicação no PS Blog.

Logo no início, a desenvolvedora deixa claro que a sequência foi adaptada para atingir o “maior número possível de fãs”. A empresa aprimorou os recursos de Horizon Zero Dawn para o Oeste Proibido, mas adicionou algumas novidades no pacote.

Configurações gerais

Certas opções de acessibilidade incluídas em Horizon Forbidden West são ativadas automaticamente quando o jogo é iniciado — como aquelas que envolvem as legendas, por exemplo, onde é possível alterar tamanhos e a opacidade das letras.

Através do menu, os jogadores terão acesso ao Diário, uma espécie de enciclopédia recheada de informações úteis, junto de uma seção separada com tutoriais especiais — incluindo vídeos e imagens.

Dificuldade pode ser calibrada do seu jeito em Horizon Forbidden West

Um dos principais destaques da publicação é referente à otimização no nível de dificuldade de Horizon Forbidden West, e os jogadores poderão calibrá-la da forma como bem entenderem.

Ao todo, as opções básicas terão cinco níveis diferentes, que variam desde o “Modo História”, para quem quiser curtir a narrativa do Oeste Proibido, até o “Muito Difícil”, este com desafios intensos.

Aloy enfrentando o "Rastejador", em um gameplay de Horizon Forbidden West
(FONTE: reprodução)

Existe ainda a variação de “Dificuldade Personalizada”, que permite modificar os níveis de dano causados e sofridos por Aloy. Para acompanhar esse recurso, a Guerrilla também preparou um sistema de “Saque Fácil”, que estará ativo automaticamente nos modos “História” e “Fácil”.

Com essa opção ativada, o inventário de saque de uma máquina morta terá todos os componentes ainda conectados a ela. Essa é uma forma de reduzir a necessidade de remover os componentes durante o combate. O sistema fica ativado por padrão nas dificuldades História e Fácil, e é uma opção no modo Personalizado.

Controles, assistência e áudio

O estúdio implementou o “Copiloto”, funcionalidade onde um segundo controle com o mesmo mapeamento de botões pode acessar o jogo através de outro perfil da PSN. O recurso não é muito detalhado, mas parece que servirá para auxiliar jogadores com qualquer tipo de limitação na visão.

A assistência de gameplay também estará disponível na sequência. Será possível ativar diversos tópicos nesse aspecto técnico, como auxílio de mira, de escalada e outros assets espalhados pelo universo do Oeste Proibido.

Quanto ao áudio, os jogadores poderão controlar o volume individual da música, dos diálogos e dos efeitos sonoros. Na versão de PS5, as configurações serão mais robustas, com a possibilidade de otimizar o volume dos sons das máquinas, das armas, das explosões e até do ambiente.

Gameplay de Horizon Forbidden West no PS4 destaca luta intensa contra Tremodonte

A Guerrilla também aproveitou a tarde desta quinta-feira (10) para revelar outro gameplay de Horizon Forbidden West rodando no PS4 base. O destaque da vez é uma batalha feroz contra o Tremodonte. Confira!