Notícias

FIFA 21: CEO do time de Ronaldinho ofende uruguaio: “cag*o de merd*”

Renato Sá xingou o jogador Agustin Wilkins após fracasso em negociações: "vamos te comer como uma p*ta na rua"

por Thiago Barros
FIFA 21: CEO do time de Ronaldinho ofende uruguaio:

Como se já não bastassem as polêmicas envolvendo a EA Sports em FIFA 21, como o EA Gate, agora tem confusão até envolvendo dirigentes e jogadores profissionais. O CEO da equipe de Ronaldinho Gaúcho, R10 Team, Renato Sá, foi denunciado pelo jogador uruguaio Agustin “W1LKINS” Wilkins por ofensas após uma negociação entre as partes não evoluir.

Em um vídeo publicado no seu perfil no Twitter, Wilkins destacou que a toxicidade é um problema da comunidade de FIFA, algo que muita gente reclama, e que esse tipo de comportamento vindo de um CEO de clube só ajuda a reforçar isso. Nos áudios, enviados por WhatsApp, é possível ouvir xingamentos dos mais variados tipos vindos de Renato para o uruguaio.

O gerente da R10 chamou o uruguaio de “cag*o de merd*”, “filho da p…” e ainda afirmou: “vamos te comer como uma p… na rua, com 5 negros com você”. A denúncia, é claro, gerou grande debate na comunidade. Renato se disse “estressado” e alegou ter reagido dessa forma porque fez uma boa proposta para o jogador, que havia aceitado e depois mudou de ideia:

Depois, o CEO usou o Twitter para pedir desculpas e comunicar que está se afastando do cargo na equipe:

A R10 Team, por sua vez, republicou as postagens de Renato e declarou que “Quando a pessoa chega no limite do stress, comete erros horríveis. Renato está sobrecarregado e extremamente estressado. Nada justifica! Nosso manager vai se afastar de suas funções para poder retomar a consciência que levou a equipe ao topo da América do Sul”.

EA Gate: banimentos no FIFA 21

Em um comunicado em seu site oficial, a EA Sports confirmou que “uma ou mais contas” da empresa foram utilizadas na prática ilegal do caso EA Gate. Nos últimos dias, surgiram relatos de que funcionários da companhia estariam vendendo cartas do Ultimate Team de FIFA 21 por (bastante) dinheiro real.

Na nota, a publisher não especifica quantos usuários se aproveitaram da situação.

Descobrimos que os itens FUT foram concedidos a contas individuais que não os ganharam por meio do jogo – ou seja, abrindo um pacote, comprando no mercado de transferência, completando um desafio de recompensa ou outro compromisso (por exemplo, assistindo a uma transmissão do Twitch). Parece que uma ou mais contas da EA, que foram comprometidas ou usadas de forma inadequada, deram direito a itens diretamente a essas contas individuais.

Segundo a EA, todos os jogadores que compraram cartas do Ultimate Team de FIFA 21 de maneira ilegal serão banidos permanentemente. Além disso, funcionários — cujas atividades forem comprovadamente erradas — vão perder seus empregos.

Receba as novidades do meuPS no email

Nós não enviamos spam :)

Ao clicar em receber novidades você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade. Você pode optar por parar de receber os emails a qualquer momento.