Notícias

EA Gate: promete demissões e bans após “ações questionáveis”

Funcionários envolvidos perderão empregos após investigações e jogadores serão banidos

por Thiago Barros
EA Gate: promete demissões e bans após

A EA Sports divulgou um update sobre o caso EA Gate. Nos últimos dias, houve relatos de atividades ilegais de funcionários da empresa, que estariam vendendo cartas do Ultimate Team por (bastante) dinheiro real. A companhia havia prometido uma investigação e, na noite dessa sexta-feira (12), divulgou as primeiras informações referentes a isso. Prometendo demissões e bans.

Em comunicado publicado no site oficial, a empresa informou que funcionários cujas atividades forem comprovadamente erradas, vão perder seus empregos. Além disso, os jogadores que obtiveram cartas por meio desse esquema “nefasto” serão banidos. Os itens, claro, também serão removidos do jogo.

“Nossa investigação inicial demonstrou atividades questionáveis em um número muito pequeno de contas e itens. Mesmo que não sejam muitas contas, se essas suspeitas realmente se confirmarem, o comportamento é inaceitável. Queremos agradecer à comunidade por ter nos trazido isso tão rápido”, diz parte da nota.

EA Gate gera suspensão de atividades de marketing

Conforme o MeuPS informou anteriormente, é “normal” a EA “dar” cartas do Ultimate Team para algumas contas. Contudo, não dessa forma, com funcionários cobrando por isso, mas sim em ações de marketing, testes e até casos de problemas de contas de jogadores. No entanto, esse tipo de ação agora está suspenso por tempo indeterminado.

A companhia confirmou que disponibiliza cartas para atletas, parceiros e funcionários, mas esse público é equivalente a menos do que 0.0006% da base total de jogadores de FIFA 21. Essas cartas são todas não negociáveis e não transferíveis, e a EA reforça que qualquer um envolvido em um mercado paralelo será punido.

Receba as novidades do meuPS no email

Nós não enviamos spam :)

Ao clicar em receber novidades você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade. Você pode optar por parar de receber os emails a qualquer momento.