Notícias

É bom evitar matar um dos doguinhos de The Last of Us 2 [SPOILERS]

Uma das mortes pode ser evitada no game

por Vinícius Paráboa
É bom evitar matar um dos doguinhos de The Last of Us 2 [SPOILERS]

The Last of Us 2 coloca os jogadores na pele de Ellie, que se encontra em uma jornada de ódio e não se importa em acabar com todos os inimigos em seu caminho. Até mesmo cachorros tentarão atrapalhar a vida da protagonista, mas fique ligado: é bom evitar matar pelo menos um deles.

ATENÇÃO! Este artigo contém spoilers de The Last of Us Part II. Se ainda não terminou o jogo e não quer ter sua experiência arruinada, procure outra leitura em nosso site:

Durante “Seattle, Dia 2” com Ellie, a protagonista encontra Bear, um cachorro treinado pela WLF e pode poupá-lo do seu ódio. O doguinho aparecerá novamente na história (mais cedo na linha do tempo de The Last of Us 2), quando os jogadores assumirem o controle de Abby em “Seattle, Dia 1”.

Ellie cruzará caminhos com o cão ao atravessar Hillcrest. Vale notar que o dono do bichinho chamará seu nome diversas vezes, inclusive quando a protagonista decidir tirar sua vida.

Quando o player estiver na perspectiva de Abby em “Seattle, Dia 1”, ela poderá brincar com o animal na base da WLF. Antes de sair em patrulha com a cadela Alice, é possível ficar jogando uma bolinha para o “garotão” se exercitar um pouco.

Aliás, não confunda Bear com Alice: é possível deixar o primeiro vivo, mas a outra vai obrigatoriamente perecer pelas mãos de Ellie no aquário. Não existe um troféu ou recompensa em The Last of Us 2 por poupá-lo, mas provavelmente te fará se sentir menos culpado.