Notícias

Diretores de Days Gone deixam a Bend Studio

Devs desempenharam funções fundamentais no desenvolvimento do mundo pós-apocalíptico de zumbis do exclusivo da PlayStation

por Vítor Amorim Heringer
Diretores de Days Gone deixam a Bend Studio

Dois diretores veteranos da Bend Studio, desenvolvedora de Days Gone, anunciaram que não fazem mais parte do estúdio da Sony. John Garvin, diretor criativo, revelou que está fora da empresa há mais de um ano. Está se dedicando a projetos pessoais, além de “dar um tempo” da indústria de games. O dev estava desde 1997 na Bend, antes chamada de Eidetic.

Olá a todos, um anúncio rápido: não falei sobre isso antes por vários motivos, mas não estou mais no Bend Studio e não estou há mais de um ano. Desde o lançamento de Days Gone, tenho me concentrado em projetos pessoais: pintura, redação, publicação e aproveitando uma pausa na indústria de jogos. Para quem não sabe, me mudei para Bend, Oregon em 1997, e comecei a trabalhar como diretor de arte para Eidetic, um pequeno estúdio de 12 pessoas chefiado pelo lendário Marc Blank (criador de Zork).

Nas últimas duas décadas, ajudei o estúdio a se tornar um grande desenvolvedor, agora parte da família Sony. Ao longo do caminho, escrevi e dirigi todos os jogos de Syphon Filter até Days Gone, incluindo dois de meus favoritos, Resistance: Retribution e Uncharted Golden Abyss.

Já o diretor de jogos, Jeff Ross, divulgou que irá se desligar da empresa nesta semana. Ross está na Sony desde 2006. Em 2015, começou a trabalhar para a Bend Studio.

Esta semana é a minha última na PlayStation e na Bend Studio. Estou incrivelmente orgulhoso de todos os jogos que fiz, mas também estou ansioso para novos desafios pela frente. Postarei sobre meus planos mais tarde, mas irei me mudar para Chicago assim que COVID se acalmar.

Bend Studio abre vagas para projeto no PS5

Em abril, a Bend Studio abriu uma série de postos de emprego, e as descrições das funções sugerem o desenvolvimento de um projeto para o PS5 – possível sequência de Days Gone?

Para um dos cargos de artista, a companhia revela a necessidade de trabalhar com “articulação facial de qualidade cinemática”, enquanto a vaga para programador de áudio é para trabalhar com “áudio 3D”.

Dessa forma, é provável que mais vagas para gestão estejam abertas no estúdio.

Receba as novidades do meuPS no email

Nós não enviamos spam :)

Ao clicar em receber novidades você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade. Você pode optar por parar de receber os emails a qualquer momento.