Notícias

Devs da Rockstar Games foram detidos no Egito, durante produção de Agent

A polícia egípcia estava no encalço da equipe, pois fotografar Cairo pode ser uma atividade ilegal

por Vinícius Paráboa
Devs da Rockstar Games foram detidos no Egito, durante produção de Agent

Agent seria um game exclusivo de PS3 feito pela Rockstar Games, mas acabou abandonado pela empresa em dado momento. Mesmo assim, durante o período de sua produção, quatro devs se envolveram em uma confusão em Cairo, no Egito: eles foram detidos por tirarem fotos do local.

Segundo artigo do Game Informer, uma parte do jogo se passaria na capital egípcia, mas a Rockstar San Diego não encontrou muitas imagens da cidade na internet. Por isso, a empresa enviou uma equipe para tirar fotos de lá. O esquadrão era formado por Joseph Sanabria e William Kidwell (artistas de ambiente), Charles Morrow (diretor de arte) e Darrell Callagher (chefe de arte).

Mesmo tendo contratado guias para a viagem, o time acabou confrontado pela polícia em algumas ocasiões, pois fotografar Cairo pode ser algo ilegal dependendo da situação (registrar prédios do governo, militares, etc. é proibido). Inclusive, em um desses momentos, as autoridades forçaram Sanabria a deletar uma imagem de sua câmera digital.

Mas o “grande evento” ainda estava por vir. Gallagher precisou viajar de volta aos EUA antes do resto da equipe, porém, antes de subir no avião, oficiais o detiveram e lhe interrogaram em uma sala privada, o acusando de portar pornografia, algo ilegal no Egito.

Por conta da confusão, o líder do projeto na Rockstar Games, Luis Gigliotti, precisou ligar para a embaixada norte-americana em Cairo para tentar ajudá-los. Em entrevista, ele conta:

Eu nunca esquecerei, quem quer que estivesse na linha da embaixada disse: ‘vocês são idiotas? O que lhes fizeram pensar que isto era uma boa ideia?’

Outro problema surgiu no meio da situação, que já era complicada: o notebook de Morrow continha fotos de órgãos reprodutores femininos. Isso porque, ele pegou o aparelho emprestado de seu pai, um ginecologista.

No fim das contas, os funcionários da Rockstar Games não foram mais detidos pela polícia local. Após duas semanas em Cairo, eles levantaram voo e voltaram para os Estados Unidos. Que história, hein?

Receba as novidades do meuPS no email

Nós não enviamos spam :)

Ao clicar em receber novidades você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade. Você pode optar por parar de receber os emails a qualquer momento.