Notícias

Sony pode vender até 6 milhões de PS5 até março de 2021, reforça analista

Mesmo com a crise causada pelo coronavírus, Hideki Yasuda não muda sua previsão

por Vinícius Paráboa
Sony pode vender até 6 milhões de PS5 até março de 2021, reforça analista

Hideki Yasuda, analista da Ace Research Institute, reafirmou suas boas expectativas para as vendas do PS5. O japonês já havia previsto anteriormente que o novo console da Sony comercializaria cerca de seis milhões de unidades até 31 de março de 2021. Então, com a crise causada pela COVID-19, era de se esperar uma mudança nos números, certo? Não para o instituto.

Segundo Yasuda, mesmo com a situação mundial ruim, a demanda por jogos se manteve sólida. Por isso, ele continua se apegando à sua previsão inicial. Além disso, o analista também entende que serão vendidas 15 milhões de unidades do videogame no ano fiscal de 2022 (entre 1º de abril de 2021 e 31 de março de 2022).

A Ace Research Institute também cita outros pontos interessantes na análise. O PS5 estaria perdendo na disputa de marketing com o Xbox Series X, principalmente por ter especificações menos poderosas no geral. Apesar disso, as vendas iniciais não devem ser impactadas por desempenho dos consoles ou dos seus jogos.

Para Yasuda, o que realmente pesará na mente do consumidor será o design do videogame (pelo menos na estreia deles). Ele se diz preocupado com a possível cor do PlayStation 5: branco. Desde que o DualSense foi revelado, não é absurdo pensar neste tom para a máquina da Sony. O analista lembra da cor do Nintendo Wii (também branco), que não foi bem aceita pelos gamers. No entanto, o console da Big N foi um grande sucesso de vendas.

O PS5 tem janela de lançamento para o fim de 2020.