Notícias

Sony deseja fabricar mais PS5, mas falta de componentes dificulta o processo

Diretor financeiro informa que Sony fará "tudo ao alcance" para garantir mais consoles no mercado

por Vítor Amorim Heringer
Sony deseja fabricar mais PS5, mas falta de componentes dificulta o processo

Mesmo após vender 4,5 milhões de unidades em 2020, o PS5 continua com falta de estoque em todo o mundo. A Sony expressou desejo em fabricar mais hardwares, mas a escassez de componentes no mercado está dificultando a produção em larga escala.

O diretor financeiro da companhia japonesa, Hiroki Totoki, revelou a informação após a empresa divulgar o seu último relatório financeiro. Ele garantiu que farão “tudo ao alcance” para normalizar a fabricação do videogame.

É difícil para nós aumentarmos a produção do PS5 em meio à escassez de semicondutores e outros componentes. Não conseguimos atender totalmente o alto nível de demanda, mas continuaremos fazendo tudo ao nosso alcance para enviarmos o maior número possível de unidades para os clientes que estão esperando por um PlayStation 5.

É bem provável que dinheiro não falte para a compra dos itens, pois a Sony obteve um lucro operacional de US$ 762 milhões no último trimestre — crescimento de 27% em relação à 2019. E não só isso, mas atingiu a sua maior receita na divisão de jogos: US$ 8,43 bilhões.

AMD espera baixo fornecimento de PS5 até a segunda metade de 2021

A AMD, empresa responsável pela fabricação das CPUs e GPUs do PS5 e Xbox Series, espera que o baixo fornecimento dos consoles continue até a segunda metade de 2021. Lisa Su, diretora executiva da empresa, crê que certos “problemas” ocorrerão no primeiro semestre, antes das coisas normalizarem.

Durante uma reunião com os investidores, Su admitiu a alta demanda pelos chips no fim de 2020, o que excedeu as expectativas da companhia. Dessa maneira, isto está afetando o estoque dos videogames. Confira tudo aqui.

Receba as novidades do meuPS no email

Nós não enviamos spam :)

Ao clicar em receber novidades você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade. Você pode optar por parar de receber os emails a qualquer momento.