Notícias

Naughty Dog não fez mais Crash Bandicoot devido à má relação com a Universal

A Naughty Dog "amava" a franquia, segundo o co-fundador, mas ela não era rentável

por Jean Azevedo
Naughty Dog não fez mais Crash Bandicoot devido à má relação com a Universal

A Universal Interactive, detentora de Crash Bandicoot nos anos 90, impediu que mais jogos da franquia fossem criados pela Naughty Dog. Após o lançamento de Crash Team Racing (1999), os devs relataram um ambiente meio hostil por parte da publisher.

Em entrevista ao GamesRadar, Jason Rubin, co-fundador da desenvolvedora, comentava sobre o making of de Jak and Daxter e acabou dando alguns detalhes sobre a IP do tão querido marsupial. Em meio à relação conturbada, o estúdio produzia a engine que deu vida às aventuras de Jak.

Nosso relacionamento com a Universal chegou em um ponto que não permitiu desenvolvermos mais nada de Crash Bandicoot. Por mais que a gente amasse a franquia e ainda mais trabalhar com a Sony, não era bom financeiramente. A Universal era dona da IP e o ambiente era bem hostil e brutal para os nossos desenvolvedores.

Naughty Dog Crash Bandicoot
Crash e seu javali, na fase Hog Wild, do jogo original

O final feliz para a Naughty Dog se deu após um convite da Sony, para os executivos da empresa passarem dois dias no Japão, com direito a uma refeição de negócios. A reunião terminou com a desenvolvedora fechando acordo para se tornar parte da PlayStation.

Crash Bandicoot, por outro lado, também seguiu seus trilhos e acabou adquirida pela Activision em meados de 2007. Os últimos lançamentos da série foram produzidos pela Vicarious Visions e pela Toys For Bob.  

Crash Bandicoot 4 no PS5: vale a pena?

Por falar no marsupial mais querido do mundo, o MeuPlayStation teve a oportunidade de analisar a versão de PS5 de Crash Bandicoot 4: It’s About Time. Leia a review completa através deste link!

Receba as novidades do meuPS no email

Nós não enviamos spam :)

Ao clicar em receber novidades você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade. Você pode optar por parar de receber os emails a qualquer momento.