BGS

Testamos na BGS 2017: South Park é mesmo maior, melhor e sem cortes

"Esse jogo é uma p#[email protected]!" - CARTMAN, Eric.

por Hugo Bastos
Testamos na BGS 2017: South Park é mesmo maior, melhor e sem cortes

Sempre que uma demonstração de South Park: A Fenda que Abunda Força acontece, a frase que mais se aproxima de uma noção correta do jogo é “as definições de politicamente incorreto foram atualizadas“. E que fique claro: de forma alguma tal assertiva deve ser levada como insulto. Se assim o fosse, não seria South Park.

Na demonstração da Brasil Game Show 2017, pudemos ter mais um vislumbre do que esperar. E mesmo após tantos anos, e a certeza do que irá acontecer, a série mostra que ainda pode surpreender. Acompanhe-nos nas situações mais inusitadas, e veja não exageramos quando o definimos como “a síntese do negríssimo humor negro”.

É South Park até os ossos

Na demonstração disponível na feira, o jogador precisa encontrar uma determinada pessoa e para isso invadem… um clube de strip-tease! Assim, para que a missão tenha sucesso, precisará recolher informações, usar de diplomacia e buscar ingredientes para “construir” itens necessários ao seu avanço.

1
Os gráficos não deixam mentir. Este é quase um episódio interativo de South Park. Fonte: BGS 2017 (Divulgação)

Logo no início, já se percebe o comprometimento de South Park: A Fenda que Abunda Força com a série que lhe dá nome. O jogador invade o local por um mictório (com um homem sujando todo chão ao fundo), e ao abrir a porta, deparam-se com cenas dignas de pornochanchadas dos anos 80. Algo realmente bizarro e divertido.

A movimentação dos personagens é fidedigna à série. Portanto, não há de se esperar nada de muito realista. As batalhas acontecem em turnos, e o jogador pode se valer de poderes especiais, como cura e ataques elementais, para derrotar os inimigos.

South Park
As batalhas são dinâmicas e exigem certa estratégia. Fonte: BGS 2017 (Divulgação)

Quanto mais sujo, melhor

O que chama a atenção, contudo, não é o aspecto técnico, ou a jogabilidade. Mas todas as absurdas situações que são apresentadas. Para começar, o óbvio: crianças dentro de uma casa de “diversões masculinas”. Isso, por si só, já deixaria algumas pessoas de cabelo em pé. Mas a situação não pára por aí.

Em determinado momento, para coletar informações, dois dos personagens entram em uma sala vip com dois homens. Visando fazer com que homens revelem informações importantes. Para isso, é necessário fazer um lap dance para um deles. Sim, jogador. Você deverá excitar o homem para que ele fale o que quer.

2
Achou que estávamos brincando?
Fonte: BGS 2017 (Divulgação)

Absurdo o suficiente? E que tal saber que, para preparar um drink, visando distrair o DJ e encontrar a pessoa procurada, é necessário coletar ingredientes como meleca e “líquido seminal masculino”? (O nome não é esse, claro. Mas o entendimento já se fez). Estas e outras situações indescritíveis puderam ser observadas durante a demonstração.

Diante de tais fatos, existe a certeza que este título certamente será um dos melhores jogos do ano. Ou ao menos, aquele que você só vai poder jogar longe de seus filhos/pais.

South Park: A Fenda que Abunda Força tem previsão de lançamento para 17 de outubro próximo. A Brasil Game Show 2017 continua de hoje (13) até domingo (15). Para maiores informações sobre ingressos, consulte o site oficial.