Review

SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom – Rehydrated: vale a pena?

Um título nostálgico com uma jogabilidade descompromissada, mas também bastante repetitiva

por Raphael Batista
SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom - Rehydrated: vale a pena?

SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom – Rehydrated é o nome do “novo” jogo do Bob Esponja. É um bem grande para um título que aposta em conceitos simples: um gameplay descompromissado, uma história que parece ter saído diretamente da cabeça de Stephen Hillenburg – o criador do desenho animado – e um estilo de jogo de ir do início ao fim sem se preocupar com detalhes.

O mais legal é que a ideia do jogo é exatamente o que os jogadores poderiam pedir nesse período. Após uma aventura visceralmente intensa em The Last of Us 2, a mente pede por um suco de diversão descompromissada. O jogo do Bob Esponja atende ao pedido e traz um cardápio de nostalgia com piadas bobas e diversão.

Vive no abacaxi e mora no mar

A história do jogo do Bob Esponja retrata a sua vida pacata no fundo do mar enquanto mora dentro de um abacaxi com o seu caracol/gato Lary. Só que Plankton – sempre ele – decide criar um exército de robôs para dominar a Fenda do Biquíni. O plano foge do controle e as máquinas se rebelam, infestando todo o mundo e fazendo do Balde de Lixo o QG dos vilões.

O próprio Bob Esponja, por amor às pessoas ao seu redor e pela sua casa, assume a missão de acabar com os robôs enquanto tenta descobrir como eles foram criados. É um enredo direto, sem reviravoltas ou nuances dos personagens. É como se fosse um grande episódio da série animada, só que jogável.

1

O interessante é que o jogo entrega aquilo que esperamos de qualquer conteúdo relacionado ao Bob Esponja: nada de profundo, filosófico ou reflexivo, mas sim, uma história para soltar risos frouxos de piadas ruins com personagens excêntricos.

Não é pelo enredo que você ficará cativado pela experiência, até porque SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom – Rehydrated coloca a história apenas para motivar as ações dos jogadores. Mas sim, pela jogabilidade descompromissada que o título conquista a simpatia de quem decide aventurar-se.

2
Pule de plataforma em plataforma, bata nos inimigos, colete os itens: tudo muito simples, mas muito divertido.

Tem a cor amarela e espirra na água

Sabe aquela sensação gostosa que só uma Coca gelada oferece depois de um futebol de sábado? O corpo quente e cansado, a cabeça com os lances dos gols feitos e perdidos, mas a bebida desce resfriando toda a garganta e faz daquele momento muito bom. Não dá pra dizer que Bob Esponja alcança o mesmo sentimento, mas é uma analogia adequada para se adequar à experiência para os jogadores.

Após uma jornada intensa em The Last of Us 2 em que todo momento de jogabilidade era intenso, SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom – Rehydrated traz um alívio na diversão. São raros os momentos em que o jogador se sente em perigo com os robôs e os desafios ficam restritos aos chefões, por isso, aventurar-se na Fenda do Biquíni não traz momentos de estresse.

3
Os chefões são os maiores desafios do jogo, mas nada tão preocupante asssim.

Os jogadores podem controlar Bob Esponja, Patrick e Sandy em níveis específicos. Cada herói tem habilidades próprias, sendo somente a Esponja Amarela capaz de ganhar novidades ao longo da jornada. Não há árvores de poderes, equipamentos ou melhorias. É tudo simplificado: utilize sua habilidade e movimentação para destruir os inimigos e resolver os puzzles.

Sobre os quebra-cabeças, eles também não dão nenhuma dor de cabeça. São rápidos, ágeis e sem muita elaboração. Porém, existem ideias muito boas como um circuito de uma bola para chegar ao objetivo em que o Bob precisa ativar os caminhos na hora certa. É inteligente e divertido.

O real perigo é a repetição. Até porque, não há nenhum incentivo para os jogadores coletarem todos os recursos. Quem curte o básico do título vai perceber que o gameplay é definido por “entre nos cenários, busque pelas espátulas douradas para liberar outros cenários e fim”. Não há necessariamente um grande mistério ou um objetivo maior. É apenas isso.

4
No fim das contas, o game do Bob Esponja fará você repetir as mesmas coisas de forma constante.

Vale lembrar que o jogo obriga a buscar por uma quantidade específica de espátulas douradas para liberar os ambientes seguintes. No entanto, existem outros colecionáveis que aumentam a durabilidade. Fazendo o básico, o game tem um máximo de 12h. Para quem quer buscar a Platina, a duração fica entre 20 e 25 horas.

Se nenhuma bobagem é o que você quer

Uma das coisas legais de SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom – Rehydrated é a possibilidade de viajar pelos mares da Fenda do Biquíni, conhecendo cenários de personagens do desenho. A “ambientação”, se é que podemos chamá-la assim, é digna de elogios porque são muitas referências e reproduções extraídas diretamente da série.

É possível conhecer a base secreta do Homem Sereia e Mexilhãozinho, entrar na embarcação do Holandês Voador ou explorar as casas do Lula Molusco e do próprio Bob. O jogo é marcado por 15 cenários, cada um deles com suas particularidades e características únicas.

5
Desde as cores alegres do Siri Cascudo até a área verde do Holandês Voador, o jogo está muito bem representado!

Tratando-se sobre a exploração, SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom – Rehydrated é definido como um game de plataforma em que a descoberta de segredos. Porém, os itens obtidos funcionam apenas para liberar uma área exclusiva. Ou seja, a exploração volta-se para o mesmo conceito de todo o jogo em si.

O que chama a atenção no título é também o trabalho feito no visual. Obviamente não são gráficos realistas ao nível de Ghost of Tsushima, mas apresentam cores fortes e atraentes dignos de nota.

Por fim, o multiplayer vale ser mencionado: há quatro possibilidades de jogo, como entrar em uma partida online, hospedar um jogo público ou privado e entrar no multiplayer local. A última opção é ótima para amigos que gostam de cooperar por objetivos contra o mapa. Porém, as opções online não estão funcionando bem.

6
O legal do multiplayer do Bob Esponja é a possibilidade de controlar mais personagens do que os disponíveis na campanha.

Diabruras à bordo e problemas com peixe

Nem só de elogios vive o Calça Quadrada. O título sofre com alguns problemas que incomodam bastante durante a jornada. O primeiro deles e o mais evidente são os bugs de gameplay. Em certos momentos, é possível ultrapassar os puzzles sem necessariamente resolvê-los. Por exemplo, passar por uma porta sem ativar a alavanca era fácil, bastava apenas pular mais alto que o obstáculos.

Outro problema está relacionado aos tempos de loading. Não são demorados, mas é irritante precisar esperar um tempo à cada vacilo em que o jogador dá ao cair de uma plataforma ou não saber lidar com os vários inimigos espalhados pelo ambiente. Muitos jogos ainda sofrem com o “carregamento pós-morte” e é compreensível, mas atrapalha.

7
Certos erros de renderização aconteceram durante a experiência, como pontos brancos espalhados pela tela.

O desempenho é constante, mas certos momentos é visível a queda de desempenho. O jogo sofre com uns travamentos, principalmente quando os heróis estão coletando várias recompensas dos inimigos e utilizando as habilidades. Não é um problema recorrente e aconteceu em casos muito específicos. De qualquer forma, é algo a se ponderar diante de uma experiência “simples” em termos técnicos.

Vocês estão prontas, crianças?

SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom – Rehydrated é uma ótima desculpa para resgatar o momento criança dos fãs mais velhos do Bob Esponja. Claro que também é uma oportunidade para a garotada conhecer um dos personagens mais icônicos das animações, mas parece que ele está ali para funcionar como um tributo aos expectadores de carteirinha do desenho.

A própria trilha sonora remete aos cenários dos desenhos, criando uma ambientação muito divertida. Obviamente não se trata de uma experiência para competir como uma das melhores do gênero ou até mesmo do ano, mas é um ótimo título para uma diversão descompromissada.

Ligue o videogame e sem a preocupação de prestar atenção na história ou se dedicar a grandes desafios de jogabilidade, o game oferta a possibilidade de entrar no desenho do Bob Esponja para dar risada de situações bobas em um mundo digital colorido e relaxante como um passatempo saudável ao final de um dia cheio de trabalho.

Veredito

SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom - Rehydrated
SpongeBob SquarePants: Battle for Bikini Bottom - Rehydrated

Sistema: PlayStation 4

Desenvolvedor: THQ Nordic

Jogadores: 1-2 jogadores

Comprar na Amazon
75 Ranking geral de 100
Vantagens
  • Cenários bem representados
  • Jogabilidade divertida
  • Multiplayer local cooperativo conciso
  • Trilha sonora nostálgica
Desvantagens
  • Ausência de desafios
  • Repetição
  • Modos online não estão 100%
  • Pequenos problemas técnicos