Novidades

Diretor de Killzone Shadow Fall deixa Guerrilla Games após 12 anos

Novos projetos já estão em planejamento

por Andrei Longen
Diretor de Killzone Shadow Fall deixa Guerrilla Games após 12 anos

A Guerrilla Games acaba de perder um dos seus produtores mais renomados. Steven ter Heide, mais conhecido por ter dirigido Killzone: Shadow Fall, deixou a produtora holandesa após 12 anos de serviços prestados.

O anúncio veio do próprio Heide no Twitter. Na ocasião, ele ressaltou que conquistou muitas coisas com a franquia Killzone, além de RIGS (Realidade Virtual) e, mais recentemente, com Horizon: Zero Dawn.

Também enfatizou que teve uma sorte tremenda de trabalhar com pessoas tão talentosas na equipe de desenvolvimento da Guerrilla Games. Veja abaixo a postagem oficial retirada da rede social.

Steven ainda deu a entender que já tem planos para o futuro. Ele não falou exatamente o que é, mas não deixou de mostrar que está extremamente empolgado com a nova grandiosa aventura.

A Guerrilla Games, inclusive, respondeu à mensagem de Heide e agradeceu pelos seus muitos anos de dedicação de trabalho na empresa. “Obrigado por tudo. Você fará falta. Desejamos tudo de melhor na suia nova jornada”, publicou a empresa.

Normalmente, quando um veterano da indústria deixa uma produtora já consagrada, é para fundar seu próprio estúdio de games. Exemplos que ilustram isso não faltam. Ken Levine, o criador da franquia Bioshock, saiu da Irrational Games em 2014 para fundar a Ghost Story.

Novos horizontes

A franquia Killzone está esquecida desde o lançamento de Shadow Fall, em novembro de 2013. O game, que tem média 73 no Metacritic, foi um dos títulos de lançamento que do PlayStation 4, que chegou às lojas a mesma data daquele mês (15).

Já com Horizon Zero Dawn a situação é diferente. Depois de vender mais de 3.5 milhões de unidades mundo afora, a Guerrila Games prepara um DLC para a história do game. Intitulado The Frozen Wilds, o conteúdo extra terá um mapa grande inexplorado, mais armas e troféus para conquistar

Leia mais