Notícias

Pedra, Papel e Tesoura resolvem qualificatória de FIFA 20

Mais uma polêmica para a longa coleção do jogo de futebol

por Thiago Barros
Pedra, Papel e Tesoura resolvem qualificatória de FIFA 20

A relação dos jogadores de FIFA 20 com a EA Sports já está em frangalhos. Dentre as muitas polêmicas das últimas semanas, teve treta de pro-players brasileiros se acusando de fazerem coisas ilegais no jogo, um polêmico (e famoso) streamer banido pra sempre, os problemas que todo mundo já conhece de conexão… E agora um jokenpô pra definir uma qualificatória.

É isso mesmo que você leu: jogadores tiveram que disputar no “Pedra, papel e tesoura” uma vaga para um evento presencial oficial da EA. Os players Shaun Galea e Hasan Eker falaram sobre o assunto no Twitter. Galea disse que o fato aconteceu porque ele e o adversário não estavam conseguindo se conectar para iniciarem a partida no game.

“Eu não acredito! Nós literalmente tivemos que jogar pedra, papel e tesoura, porque o jogo não conseguia deixar um convidar o outro em um QUALIFY OFICIAL DA EA. O que é isso? Eu desisto”, escreveu.

A EA publicou uma nota no perfil de esports de FIFA 20 no Twitter, dizendo que a decisão de usar o jokenpô foi dos jogadores, não da empresa.

Mas esse não foi o único problema de conectividade relatado por quem estava participando da eliminatória para conseguir uma vaga na etapa da Romênia da temporada competitiva de FIFA 20. Levy Frederique, outro jogador profissional, afirmou que passou três horas tentando se conectar ao game. A resposta do admin da EA? “Continue tentando”.

Além disso, os jogadores “comuns” também sofreram no final de semana. A Weekend League teve que ser adiada por um dia, podendo ser jogada até hoje (02), porque os servidores da EA Sports ficaram fora do ar por um bom tempo na sexta-feira.

“Melhor do mundo” se revolta com FIFA 20

A situação parece difícil de ser solucionada ainda nesse FIFA. Nas redes sociais, basta ver respostas aos posts da EA para notar a insatisfação do público. Os principais motivos são, novamente, relacionados à conexão, com desconexões constantes e demora no tempo de resposta a comandos.

Um suposto handicap, o excesso de retranca, a dificuldade de finalizar na cara do gol, os nerfs nos chutes de fora de área, os desarmes em que o atacante segue com a bola e as jogadas que têm desfechos inexplicáveis são os principais pontos de gameplay atacados.

Uma entrevista de Tekkz, considerado por muitos o melhor do mundo em FIFA, durante o torneio presencial em Paris, é um resumo perfeito do que acontece no momento. Ele diz, honestamente, que “ninguém se diverte” com FIFA 20 e que o jogo “não recompensa” os esforços dos jogadores.

Algo que acontece tanto em termos de gameplay, como também financeiramente – algo bastante criticado por todos que se envolvem com o cenário profissional do game. Ele, mesmo lucrando bastante com a venda de pacotes do Ultimate Team (outra polêmica), costuma pagar bem menos do que outros esportes eletrônicos.