Returnal: 5 coisas que você precisa saber antes de jogar!
Especial em Parceria

Returnal: 5 coisas que você precisa saber antes de jogar!

Título futurista da Housemarque promete ser mais um grande jogo disponível somente no PlayStation

por Thiago Barros

O primeiro grande exclusivo do PS5 em 2021 chegou. Returnal, desenvolvido pela Housemarque Studios, já está nas lojas e pode ser experimentado por todos. O título é uma aventura sci-fi que promete encantar os jogadores com seu visual incrível e um gameplay repleto de ação e desafios.

Em Returnal, você joga como Selene, que após uma queda forçada em um planeta alienígena em constante mudança, se vê lutando com unhas e dentes pela sobrevivência. No entanto, ela é derrotada várias vezes e forçada a reiniciar sua jornada toda vez que morre.

Sua missão é quebrar este ciclo. Neste especial, você vai conferir cinco grandes atrativos do jogo, que iniciou muito bem o ano de 2021 para quem tem um PlayStation 5.

Ação e Desafios

“Um jogo de tiro ao estilo rogue em que tanto o planeta quanto seu equipamento mudam a cada ciclo, forçando você a adaptar seu estilo de jogo e enfrentar desafios em evolução”. Essa é a descrição oficial do game. E os vídeos lançados até agora mostram como os jogadores terão, mesmo, diferentes obstáculos nessa jornada.

Selene de Returnal dispara armas em monstro

Tiros, explosões e muitos, muitos inimigos – de todos os tamanhos – aparecem a todo momento, e o “Loop Infinito” no qual a personagem se encontra parece insuportável para ela. A mecânica estimula o jogador ao grind. A se dedicar. A evoluir. Seja nos equipamentos que ela utiliza, seja no seu próprio jeito de jogar.

Adaptação é a palavra-chave. Haverá momentos em que é preciso uma abordagem mais intensa, com determinada arma. Em outros, vai ser melhor se você tiver um pouquinho mais de paciência.

Variedade de Itens

Selene terá várias armas e ferramentas para enfrentar os perigos e mistérios do planeta alienígena de Atropos. E é possível fazer diversas modificações nelas para tornar o gameplay ainda mais incrível – e único. Conforme progride, o jogador destrava e adiciona modificadores, além de encontrar  novos itens.

Cada arma também possui um método de fogo alternativo, gerado aleatoriamente. Ou seja, você pode encontrar a mesma arma, mas com perks diferentes, e escolher com qual ficar. Além disso, levando em conta o estilo roguelike, ela também possui várias habilidades, o que torna a jogabilidade imprevisível.

Especialmente porque há itens realmente muito bons e outros que podem te atrapalhar. Um post no PS Blog detalha essa questão. Existe uma variedade grande de loots – como o Cthonos, um objeto alienígena que gera um item aleatório no início de cada ciclo ou os Parasitas, que podem ter efeitos positivos e negativos.

Gráficos Incríveis

As screenshots e os vídeos divulgados até agora dão uma bela impressão de quão bonito será Returnal no PS5. O visual do game traz à tona todo o potencial desse começo de nova geração. São muitas cores, explosões e ambientes diferentes retratados de uma forma bem interessante – além da própria Selene.

O game é reproduzido em 4K a 60 fps, aproveitando o potencial do console para gerar gráficos muito bonitos. Os jogadores podem explorar o planeta de Atropos ao mesmo tempo se preocupando com os inimigos e admirando os cenários. E o level design, claro, é um ponto fundamental em games desse estilo.

DualSense e Áudio 3D

O objetivo da desenvolvedora foi utilizar os bons recursos do DualSense. Além da pura sensação do ambiente, para dar aos jogadores uma maior “consciência da jogabilidade”. Sentir tudo que está envolta da protagonista será fundamental. Além disso, os gatilhos adaptáveis ajudam na imersão no combate.

Segundo os devs, cada arma possui um modo de disparo alternativo e cada um desses modos “Alt-Fire” pode ser encontrado em qualquer arma. Usando os gatilhos adaptáveis, os jogadores podem se mover perfeitamente entre mirar nas miras e ativar Alt-Fire: Aperte-o até a metade para mirar nas miras de ferro; aperte-o até o fim para ativar seu ataque Alt-Fire recarregável.

A aventura no limite da galáxia de Returnal também é imersiva com o áudio 3D do PlayStation 5. Os sons fazem parte da experiência. Os jogadores são “assombrados” pelos recursos de áudio 3D extremamente realistas do PS5 com os fones de ouvido compatíveis. A imersão do áudio tem novos níveis, e a paisagem sonora adicionará uma nova camada de compreensão da ação ao seu redor. Mesmo em um momento de silêncio, você pode absorver a atmosfera e sentir que está realmente sozinho.

“Fator replay ilimitado”

A aventura em Returnal é composta por loops. É uma mecânica do game em que o jogador, quando morre, começa um novo ciclo. “Cada morte envia Selene de volta ao começo do loop temporal, apenas momentos antes de chegar no planeta”, explica o diretor criativo Harry Krueger. E a ideia é tornar isso uma nova experiência de exploração.

A configuração do loop temporal sci-fi sombrio de Returnal é tão emocionante narrativamente para nós porque a premissa de Selene, nosso explorador do espaço profundo que repete o acidente, nos permite adicionar muitas camadas ocultas narrativamente que são descobertas através da repetição. A natureza cíclica da narrativa significa que quanto mais você avança, mais você descobre Selene. O que o ciclo faz a alguém? Qual é a história do planeta? Por que coisas além da compreensão de Selene estão aparecendo aqui? Para mim, grandes histórias são voltas e tratam de revisitar e progredir para personagens. Nossa premissa nos permite explorar isso desde o início”, explica Gregory Louden, diretor de narrativa.

A Housemarque tem, por característica, o pensamento no design para rejogabilidade e não é diferente em Returnal. A ideia é fazer os jogadores gastarem muitas horas no game. Aproveite para conhecer mais do game clicando aqui.