Especial em Parceria

Degrau a degrau, PES está evoluindo no PS4

Com evoluções progressivas, PES 2018 vai atingir o ápice da franquia.

por Redação
Degrau a degrau, PES está evoluindo no PS4

*Este artigo foi desenvolvido em parceria com a Konami.

A série Pro Evolution Soccer estreou no PS4 com sua edição 2015 – a segunda a usar o motor gráfico Fox Engine – e tem apresentado evoluções tanto na parte gráfica quanto na jogabilidade, reaproximando a franquia do estilo de jogo que a consagrou na década passada. A atual versão, o PES 2017, mostrou o mais fluído game de futebol já lançado para a plataforma até hoje, resultado do trabalho da equipe de produção do game ante o feedback dos fãs e da tentativa de recriar um jogo técnico e veloz, que reproduza o que o futebol tem de melhor no videogame.

Essa evolução deve dar um novo passo largo com o PES 2018 – o título foi revelado no dia 14 de maio pela Konami, que deve dar mais informações sobre ele durante a E3. Enquanto isso, você pode aproveitar – clicando aqui – a promoção do PES 2017 e sentir como a jogabilidade flui bem no futebol da Fox Engine.

Quer saber em detalhes o que melhorou de fato no PES desde que ele chegou ao PlayStation 4? Fizemos uma análise dos principais pontos para você avaliar enquanto joga.

Passes

Vocês devem se lembrar: no início, efetuávamos passes com os quais não era possível variar a força e que não era influenciado pelas características do jogador. Fazer 1-2? Inimaginável naquela época de Super Nintendo ou mesmo do PlayStation 1.

Hoje, além tudo isso ser uma realidade, ao longo do tempo, ganhamos a possibilidade de efetuar tabelas dinâmicas (o jogador pode efetuar o passe e correr para a direção que desejarmos) e outros aspectos que influenciam no passe, como tamanho da grama e condições climáticas. O PES 2017 inclusive conta com um sistema chamado Precise Pass, que garante total controle da força e da direção da bola por parte do jogador.

1
Um sistema de passes cada vez mais refinado. Fonte: divulgação.

Chutes

Assim como nos passes, a individualidade de cada jogador passou a influenciar diretamente no chute. Força e Precisão tornaram-se peças-chave para um chute ser convertido em gol. Não podemos esquecer do Player ID, que tornou possível um jogador comportar-se da mesma forma que sua versão do mundo real. Desde o PES 2015 até o 2017 as finalizações foram aprimoradas. O principal desafio era coloca-las em um nível de dificuldade adequado, sem que fosse muito fácil ou difícil de marcar.

2
Conheça as opções de chute. Fonte: divulgação.

Gráficos

A nova engine fez com o PES atingisse um novo patamar de realismo gráfico: animações fluídas dos jogadores, torcida intensa, estádios famosos reproduzidos nos seus mínimos detalhes. A evolução do 2015 para cá foi claríssima, e alguns dos jogadores escaneados no PES 2017 estão incrivelmente iguais aos da vida real, com cicatrizes e outros elementos fielmente reproduzidos.

3
Visual de cair o queixo. Fonte: divulgação.

Plano de Jogo

Os jogadores mais novos, que hoje tem à sua disposição uma gama enorme de opções para ajustar o plano de jogo seu time favorito, dificilmente conseguiriam imaginar como seria não poder contar com ajustes finos no ataque e na defesa, esquemas táticos diferentes com e sem a posse de bola.

O PES 2017 reaproveitou muita coisa dos seus irmãos mais velhos neste quesito, como retomada da barra de mentalidade do time, mas a principal inovação foram as táticas avançadas tanto para defesa quanto para ataque que podem ser ativadas a qualquer momento da partida – e de fato fazem muita diferença. Basicamente hoje é possível moldar o time totalmente de acordo com seu estilo de jogo.

4
Crie estratégias dinâmicas. Fonte: divulgação.

Goleiros

Todo mundo deve se lembrar com saudades das famosas receitas de bolo para enganar os goleiros. Hoje, principalmente com o PES 2017, este quadro mudou totalmente: temos os melhores goleiros de todos os tempos, que fazem defesas difíceis (inclusive nos rebotes) e não deixam a defesa na mão. Este foi um pedido particular da comunidade – que antes marcava gols muito facilmente, mas agora vê os arqueiros no nível de dificuldade exato para jogar um game de futebol competitivo.

5
Os goleiros são verdadeiros “paredões” no PES 2017. Fonte: divulgação.

Defesa

A inteligência da zaga vem evoluindo cada vez mais e mudou definitivamente o rumo das partidas: os zagueiros se posicionam de forma eficiente, não deixando buracos na defesa, tornando a vida dos atacantes muito mais difícil. Isso tudo tem a ver com a Inteligência Artificial que vem sendo aprimorada – a diferença do PES 2015 para o PES 2017 é gritante.

6
Um bom sistema de defesa é o melhor caminho para vitória. Fonte: divulgação.

O que o futuro reserva?

Ainda esperaremos mais de duas semanas por todas as novidades do PES 2018, mas algumas grandes novidades já são de conhecimento da comunidade:

  • Gráficos atingirão um novo patamar de qualidade, tanto em nível de detalhes, quanto em iluminação e atmosfera dos estádios;
  • Animações ainda mais fluídas, criadas do zero, e que reproduzirão chutes, dribles e passes com muita fidelidade aos jogadores reais;
  • Narração continua com Milton Leite e Mauro Beting, com dezenas de novos comentários, tornando a transmissão muito mais realista;
  • Jogabilidade ainda mais divertida e com novos comandos, como a possibilidade de proteger a bola e novidades em relação aos dribles;
  • Novos modos de jogos e a possibilidade de jogar 2×2 e 3×3 online;

Agora, só nos resta esperar pelo pacote completo das novidades do PES 2018! 🙂 Por enquanto, ficamos com este belíssimo teaser.