Novidades

Mais detalhes do novo God of War para PS4 são revelados

por Redação
Mais detalhes do novo God of War para PS4 são revelados

Revelado por meio de uma apresentação cinematográfica, God of War para PS4 foi o grande destaque da conferência da Sony na E3 2016, contudo, muitas dúvidas e perguntas ficaram sem um respaldo imediato, mas as respostas começam a surgir.

Por meio de uma conversa com o IGN US, o produtor do jogo explicou e trouxe novos detalhes sobre o enredo, evolução do personagem e sobre o contexto de uma forma geral.

Durante o gameplay, os jogadores assumirão as rédeas de Kratos, mas o filho do espartano também poderá ser controlado, contudo isso se dará de forma passiva. Haverá um único botão dedicado ao filho que será alterado ao longo da jogatina e, ambos personagens, evoluirão conforme a aventura progride.

God of War_PS4

Trata-se do Kratos que conhecemos. O mesmo que esteve em todos os jogos anteriores, agora bem mais velho e com marcas da própria vida. Com relação a seu paradeiro desde os eventos de God Of War III, o produtor preferiu não entrar em detalhes. Mais sobre isso será revelado com o tempo.

Como podemos notar no gameplay exibido na conferência, os pontos de knowledge adquiridos durante o jogo são elementos de gameplay que, ao que tudo indica, estão ligados tanto a Kratos quanto ao menino. A dinâmica de ensinamento e aprendizado irá permear toda a narrativa do game, do início ao fim.

Por sinal, o filho será participativo em vários momentos como nos combates, na exploração e na resolução de quebra-cabeças.

Existirá um forte vinculo entre pai e filho. Ao mesmo tempo em que Kratos ensina seu pupilo em como ser um deus, a criança, sutilmente, mostra ao brutal guerreiro em como ser um humano novamente. Uma troca mútua.

Se nos capítulos anteriores da saga, Kratos era destemido, voraz e fez escolhas muito duvidosas, esta nova abordagem buscará mostrar um outro alter-ego do general, muito em função do seu filho. Isso abre um novo desafio para o espartano: até onde ele consegue esconder aquele instinto selvagem do próprio filho?

God of War PS4_3

Entretanto, mesmo com um prisma diferenciado, Cory Barlog, produtor do jogo, explica que a essência de Kratos ainda continua lá, presente no seu âmago, apenas esperando uma oportunidade para sair. Isso pode ser notado no gameplay, onde por alguns segundos uma espécie de “medidor de raiva” aparece na tela e deve ser controlada. Afinal, o que pode acontecer caso a fúria assassina do anti-herói desperte novamente?

O produtor ainda ressaltou o constante dilema vivenciado entre este pai que não consegue ser uma figura paterna carinhosa, mas que se dá muito bem lutando contra monstros mitológicos e agindo como um general. Essa relação polêmica constrange o próprio Kratos como pode ser notado nas cenas finais do trailer cinematográfico.

Com relação ao período em que se passa o novo God Of War, Cory afirmou que não se trata da Era Viking propriamente dita. Antes da Era dos Vikings houve a Era de migração, e antes desta, a Era de pré-migração. Uma era onde, de acordo com os Vikings, os deuses caminhavam na terra com os homens.

Quando indagado pelo repórter sobre o nome do filho do semi-deus, Barlog revelou que muitas jogadores têm apostado em “Charlie”, porém, o próprio produtor acha isso improvável por considerar um nome fora dos padrões, um tanto quanto “sem graça” para o filho do Deus da Guerra.

Barlog ainda ressalta que as transições de telas serão realizadas de forma ininterruptas, sem carregamentos. Não haverão cinemáticas ou tarjas pretas, a história será narrada sem pausas que quebrem “o clima”.

Outro detalhe, este percebido por todos, está relacionado à câmera do game. Se nos demais jogos ela era estática, fazendo alternâncias padronizadas, no novo ela poderá ser controlado pelo jogador através das alavancas.

Esta novidade é importantíssima, pois o novo God of War será muito mais profundo, amplo e repleto de novos caminhos. O repórter da IGN explica que durante a demo estendida a qual ele teve acesso, novos caminhos foram mostrados. Mesmo que o fim tenha sido o mesmo, haverão possibilidades diferentes e consequentemente a exploração será mais ampla, com cantos escondidos, segredos ocultos, recursos de artesanato e itens para armaduras. Como o game vai contar com elementos de RPG, certamente a evolução do personagem precisará de artifícios.

Cristopher Judge, o dublador responsável pela voz emblemática de Kratos, compartilhou na mesma entrevista que o enredo está muito além de uma “história de jogo”, mas que abriga um arranjo de cargas emocionais impactantes a ponto de ser considerado um verdadeiro script, com personagens profundos, motivações e com um Kratos diferente do usual.

Ainda no mesmo assunto, todos percebemos que as mitológicas Blades of Chaos não estavam presentes. Em seu lugar, Kratos demonstrava suas habilidades com um machado. Este, assim como as lâminas, contará com uma história particular, a ser explicada dentro do próprio jogo.

Cory também tratou de acalmar alguns receosos fãs. Segundo ele, a Santa Monica não descartou as raízes cinematográficas do game. Aquelas cenas altamente impactantes estarão, novamente, presentes. O espetáculo será maior ainda neste novo game, garante.

Aos poucos, as primeiras informações sobre o novo God of War começam a ter respostas e, ao que parece, a Santa Monica não se acovardou frente aos desafios e está propondo mudanças bastante significativas na saga.

Receba as novidades do meuPS no email

Nós não enviamos spam :)

Ao clicar em receber novidades você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade. Você pode optar por parar de receber os emails a qualquer momento.