Novidades

[E3 2017] Testamos! PES 2018 mostra clara evolução da série

Konami mostra que está evoluindo o PES a cada edição.

por Thiago Barros
[E3 2017] Testamos! PES 2018 mostra clara evolução da série

Los Angeles (CA) – Pro Evolution Soccer 2018 promete. Pelo menos foi essa a impressão que o game deixou após o teste realizado pelo Meu PS4 na sala da Konami na E3 2017. Jogamos algumas partidas amistosas da versão, que tinha Barcelona, Atlético de Madri, Liverpool, Borussia Dortmund e a Seleção Brasileira como equipes jogáveis, e os resultados superaram as expectativas. PES 2018 parece ser uma clara evolução da série.

Antes da avaliação, André Bronzoni, gerente da marca PES para a América Latina, fez um briefing com a imprensa brasileira sobre o jogo, revendo os pontos que se destacam mais no novo game. E, quando foi a hora de colocar as mãos no controle do PlayStation 4 e jogar, foi possível notar, claramente, como estas melhorias – visuais e de gameplay – acrescentam qualidade e realismo ao jogo.

1

Batida perfeita

PES 2018 não tem nada a ver com música, mas o que ele tem de melhor é o “ritmo”. Isso mesmo. A Konami parece ter encontrado a “batida perfeita” para o jogo. Um meio-tempo entre seu estilo mais arcade tradicional e a simulação que se busca em um jogo de esporte. Ainda há alguns detalhes que podem ser melhorados, mas no que diz respeito à cadência do jogo, ele agradou mais até do que o FIFA 18, por ser um pouco mais rápido.

Na jogabilidade, os movimentos dos jogadores estão muito mais reais. Os bonecos não parecem mais robôs como em versões anteriores. A física está ótima, e o modo de controlar os atletas idem. As corridas são mais naturais, as fintas com o corpo, a proteção de bola com as costas para o defensor e, claro, os domínios. Se o jogador for bom e receber uma bola ruim, ele vai dar um jeito de acertar. Isso é bem legal, e não é só discurso da Konami. Acontece mesmo!

Outra coisa que chamou a atenção positivamente foi o posicionamento dos goleiros, e as respostas deles aos chutes. É claro que ainda há algumas falhas, como as bolas que quicam na frente deles, mesmo sendo fracas, que eles normalmente espalmam para a frente – algo que todo goleiro aprende que é errado na escolinha. No entanto, alguns chutes mais “apelões”, como os cruzados e os toques de cobertura, não estão mais tão fáceis de entrar.

A movimentação sem bola dos jogadores continua muito boa, porém agora com uma modificação um pouco arriscada – que não sei dizer se era por conta do estilo de jogo dos times que testei, Borussia e Barcelona. A marcação agora “balança” para o lado onde está a bola, algo muito comum no futebol. Porém, inverter a bola, neste PES, não é tão difícil como na vida real, então é fácil pegar a defesa “de calça curta” do outro lado. Fiz alguns gols assim nos testes.

E por falar em inversão de bola, mais uma novidade que não é só discurso da Konami no PES 2018: a trajetória da pelota está muito mais real, e você pode notar isso a cada passe pelo alto. É incrível ver a bola girando e fazendo a trajetória exatamente como você quer – o que acontece também nos chutes, e é bem melhor do que nas edições anteriores, quando o jogador finalizava e nunca se sabia para onde a bola iria de fato.

Visual impressiona

Muita gente reclamava do visual meio cartunesco do PES nas últimas edições. Em Pro Evolution Soccer 2018, isso diminuiu bastante. Talvez somente o uniforme do Liverpool tenha causado essa impressão, na cor vermelha. De resto, tanto nas faces como nas roupas dos outros times, os gráficos parecem mais próximos do real. Estádios e torcedores também estão melhores do que nunca, com um trabalho de detalhamento impressionante.

Algo que também deixou uma boa impressão foi o trabalho visual in-game. Porque as cutscenes de PES sempre foram muito elogiadas pela qualidade gráfica, mas no decorrer do jogo isso também é notado em PES 2018. Os movimentos estão melhores não só de controlar como de ver. Dribles, defesas, corridas, tudo isso é feito com muita beleza e atenção ao realismo necessário para um jogo de alto nível.

Que venha o Beta!

Ou seja, PES 2018 agradou bastante nos testes. Tanto em termos de jogabilidade como em gráficos. Todas as modificações destacadas pela Konami realmente fazem a diferença na experiência com o game. O legal é ver como os feedbacks negativos do PES 2017 foram levados em consideração. Agora, estamos ansiosos para a versão Beta Online do novo Pro Evolution Soccer. Afinal, a última teve muitos problemas, que acabaram tirando um pouco o brilho do jogo.

André Bronzoni anunciou, na apresentação com a imprensa brasileira que foi transmitida ao vivo nas mídias sociais da Konami, que ela será lançada no fim do mês de julho. Ou seja, em pouco mais de 30 dias poderemos saber se os problemas foram resolvidos. Segundo André, a empresa ouviu as reclamações dos jogadores sobre esta questão e trabalhou bastante para proporcionar uma melhor experiência online em PES 2018.

Caso isso seja verdade, e os modos de jogo estejam atrativos como parece pelos anúncios, PES 2018 será mesmo um golaço!