Especiais

Sony faz conferência cinematográfica na E3 2016

por Thiago Barros
Sony faz conferência cinematográfica na E3 2016

Não foi à toa que a Sony convidou os fãs para assistir à E3 2016 no cinema. A apresentação da empresa na edição deste ano da maior feira de games do mundo foi digna do bonequinho aplaudindo de pé. O script do dia, aliás, foi perfeito para o grand finale. Nada de grandioso foi revelado nas primeiras conferências do dia – o que só aumentou a expectativa para a última. E a companhia japonesa não só correspondeu à altura, com confirmações sobre o PlayStation VR e o novo God War, como ainda surpreendeu, com Resident Evil VII em realidade virtual, o retorno de Crash Bandicoot e um novo game de Hideo Kojima. Foram 1h20min de games, games e mais games.

Para começar o grandioso evento, uma orquestra de tirar o fôlego tocando o que parecia um tema nórdico, em um anfiteatro enorme, ainda com as cortinas vermelhas fechadas. Enquanto a música clássica aumentava ainda mais a expectativa, todos iam percebendo do que se tratava. Sim, um novo God of War. Com um Kratos já mais “experiente”, como mentor de um menino. Ah, e nada de apenas cinematics e animações renderizadas para a feira. Foi trailer já com gameplay!

E não poderia ser mais empolgante. Gráficos lindos, um sistema de combate já parecido com o que consagrou a série, além de uma câmera levemente mais aproximada – lembrando um pouco a de Ryse, exclusivo que a Microsoft lançou logo no começo do Xbox One. Com direito à carga emocional que também ficou famosa na série. A cada cena, aplausos e gritos da plateia. Imparcialidade à parte, só nos primeiros minutos de conferência, a Sony já havia “zerado” a E3.

Exclusivos de tirar o fôlego

Mas não parou por aí. Longe disso! O “samba na cara da concorrência” continuou. Depois, foi a vez dos outros exclusivos para PlayStation 4. Primeiro, veio Days Gone, de sobrevivência contra zumbis. Então, o tão aguardado The Last Guardian ganhou data de lançamento: e a notícia é boa, já que ele sai ainda neste ano, em 25 de outubro. Logo em seguida, veio mais um jogo muito esperado, Horizon: Zero Dawn, com um intenso vídeo de gameplay, dando uma bela impressão do que está por vir.

Na sequência, um jogo diferente e que parece empolgante, de investigação, negociação e a promessa de permitir que cada jogador possa criar a sua própria história, de acordo com suas decisões. Detroit: Become Human, que tem robôs como protagonistas. O que já estava bom ficou ainda melhor com um trailer de suspense e terror, cheio de enigmas, em uma experiência que promete ser impactante em realidade virtual. E o “surto” foi gigante quando anunciou que se tratava de Resident Evil VII, que sai em 24 de janeiro do ano que vem.

PlayStation VR

O esperado óculos de realidade virtual da Sony ganhou uma demonstração toda especial na E3, com diversos jogos prontos para testar para o público. Para quem está de casa, o mais legal é que ele, enfim, ganhou sua data de lançamento e preço: 13 de outubro, US$ 399, com mais de 50 jogos já disponíveis do lançamento até o fim do ano. Alguns deles também ganharam trailers bem impressionantes.

Começou com FarPoint, um FPS bem interessante em um mundo futurista, evoluiu para um novo Star Wars Battlefront voltado para combates aéreos, foi para Batman, que já sai em outubro deste ano, passou por Final Fantasy XV VR Experience, veio um gameplay longo de Call of Duty Infinite Warfare, que sai em novembro, junto com o CoD: Modern Warfare em versão remasterizada.

Crash Bandicoot e… Hideo Kojima!

Um clássico do PlayStation 1, Crash Bandicoot está de volta! Finalmente, a Sony atendeu aos muitos pedidos e remasterizou o jogo de seu personagem icônico para o PlayStation 4. As três primeiras aventuras dele poderão ser jogadas no PS4 a partir de outubro. Além de o personagem aparecer em Skylanders. Muita gente esperava algum novo jogo da série. Não foi bem isso, mas não deixou de ser uma novidade bem legal. O novo Star Wars Lego, baseado no filme Despertar da Força, também apareceu, com demo já disponível e lançamento para daqui a duas semanas.

Se Crash está de volta já era uma boa notícia, o que dizer de Hideo Kojima? O lendário produtor de games apareceu no palco, com a logo da Kojima Productions, e já mostrou sua nova criação. Em tempo real. Com um trailer “daqueles”, conceitual, emocionante e “polêmico”, além de gráficos espetaculares, fomos apresentados a uma experiência que promete ser inovadora: Death Stranding.

Quem também voltará ao PlayStation é o Homem-Aranha, que apareceu no trailer seguinte com a hashtag #SpiderManPS4. Um trailer foi mostrado, sem grandes detalhes. E para encerrar, um gameplay Days Gone foi exibido, mostrando um intenso combate contra hordas enormes de zumbis. A jogatina foi feita na hora, bem ali no palco da conferência.

A apresentação terminou, então, com um vídeo mostrando tudo o que rolou na conferência e cenas de alguns jogos que não apareceram durante o evento, mas que vamos ver no PlayStation 4 em breve, como a nova expansão de Destiny, Rise of the Iron, Gran Turismo Sport e mais alguns outros jogos que devem chegar ainda neste ano.

Em uma conferência voltada quase que 100% para jogos, ficou somente aquele gostinho de quero mais por um pouco mais de hardware. O PlayStation VR foi pouco abordado, apesar de as informações divulgadas sobre ele serem super relevantes, e o aguardado PlayStation Neo, suposto sucessor do PlayStation 4, sequer foi mencionado.